Definição

Existem diversos tipos de lesões que podem se desenvolver na boca. Se você tiver uma ferida que não desaparece dentro de 10 dias, mesmo que você não sinta dor, procure o seu dentista, porque pode ser algo mais sério.

Sinais e Sintomas

A seguir você pode conferir algumas alterações bucais mais comuns e algumas dicas que podem lhe ajudar

Ardência na boca 
A sensação de ardência na boca normalmente causa muita dor na língua, palato, gengiva, dentro das bochechas e área da garganta, podendo durar meses ou até anos.

Candidíase
Conhecida como “sapinho”, é uma infecção causada por fungos que pode ocorrer na boca ou garganta. Os sintomas incluem: manchas brancas, dor de garganta, dificuldade para engolir e rachaduras nos cantos da boca (queilite).

Afta
As aftas aparecem como pequenas lesões de cor branca ou amarela com a borda vermelha, não sendo contagiosa. A afta se manifesta mais frequentemente na boca, língua, áreas internas da bochecha, lábios, gengiva e garganta.

Herpes labial
O herpes labial causa lesões na forma de bolhas ou de crostas e que normalmente aparecem nos lábios, embora possam desenvolver-se embaixo do nariz ou do queixo. Elas são altamente contagiosas e podem estourar, permitindo que os fluidos das bolhas contaminem outras regiões.

Leucoplasia
A leucoplasia é uma lesão branca que normalmente se desenvolve na língua, dentro da bochecha ou no assoalho da boca. A leucoplasia normalmente não é dolorida ou contagiosa.

Sialodenite
É uma inflamação das glândulas salivares causada por uma infecção bacteriana. Devido ao inchaço da área, a deglutição pode ficar dificultada. Caso essa infecção se espalhe, a pessoa pode apresentar febre, calafrios e mal-estar.

Abscesso dentário
O abscesso dentário ocorre quando há uma infecção bacteriana na polpa do dente. Os sintomas de um abscesso dentário incluem forte dor de dente, sensibilidade a bebidas ou alimentos quentes e frios, febre e inchaço dos gânglios linfáticos.

 

     

Causas

As lesões bucais podem ser causadas por infecções, podendo ser bacterianas, virais ou fúngicas, ou até mesmo por um fio ortodôntico solto, uma dentadura que não se encaixa ou a ponta de um dente quebrado ou restauração não polida.

Ardência na boca
A determinação da causa não é simples, podendo incluir: deficiências nutricionais, boca seca, candidíase bucal, diabetes, alterações hormonais, determinados medicamentos ou por depressão.

Candidíase
A candidíase é causada por um fungo e normalmente se desenvolve quando o sistema imune está baixo. Alguns medicamentos, como terapias com esteróides ou quimioterapias para tratamento de câncer, podem aumentar o risco do desenvolvimento desta infecção. Os antibióticos também aumentam esse risco, uma vez que alteram o equilíbrio normal de bactérias na boca.

Aftas
A causa exata da afta ainda não é clara, porém um trauma ou uma outra lesão na boca podem ser os responsáveis. Outras possíveis causas podem ser a sensibilidade a alguns tipos de alimentos, como os picantes, salgados ou ácidos, deficiência de vitamina B, mudanças hormonais e estresse.

Herpes labial
A herpes labial é causadas pelo vírus do herpes simples (HSV)-1 e é altamente contagiosa. A infecção inicial pelo vírus pode ser acompanhada pelos sintomas de gripe ou resfriado e podem causar bolhas doloridas. Não há cura para a herpes, que pode voltar se o indivíduo tiver febre, mentruar ou estiver estressado.

Leucoplasia 
Pode ser o resultado de irritações causadas por restaurações, coroas ou dentaduras mal adaptadas. Outras causas incluem uso de tabaco ou ser portador do vírus HIV (que causa a AIDS) e do vírus Epstein-Barr. Às vezes, a leucoplasia pode evoluir para o câncer bucal, portanto, é importante consultar o seu dentista caso observe o desenvolvimento dessas manchas.

Sialadenite
A sialadenite é uma infecção bacteriana da glândula salivar e pode ser aguda, crônica ou recorrente (quando se repete). Essas infecções ocorrem com maior frequência na glândula parótida.

Abscesso dentário 
O abscesso dentário ocorre quando a bactéria invade a polpa dentária e os vasos sanguíneos do dente, podendo se espalhar pela raiz. A infecção bacteriana causa dor, mau hálito e inflamação, podendo também causar um abscesso na ponta da raiz.

 

Diagnóstico

Seu dentista irá examinar cuidadosamente o interior de sua boca, língua e glândulas. Muitas dessas feridas e infecções podem ser inofensivas, mas outras não são, por isso, é importante conversar com seu dentista sobre qualquer alteração bucal.

Prevenção

Exames regulares aumentam a probabilidade de encontrar mais rapidamente feridas e infecções suspeitas em sua boca. Nas consultas, informe-se sobre os sintomas e sobre o que fazer caso encontre algo suspeito.

Tratamento

 

Ardência na boca Medicamentos podem ser prescritos para aliviar a sensação de ardência bucal. Você pode reduzir os sintomas, por exemplo evitando bebidas alcoólicas, uso de tabaco, alimentos e bebidas ácidas e picantes, e o estresse.

Candidíase Os sapinhos são tratados com medicamentos antifúngicos. É comumente observado em pacientes portadores do vírus HIV (causador da AIDS), após terapia de câncer, transplantes de órgãos, diabetes e pessoas que usam dentaduras.

Aftas Geralmente essas lesões desaparecem sozinhas, uma ou duas semanas após seu aparecimento. Entretanto, se doerem, alguns analgésicos tópicos de venda livre e enxaguantes bucais antimicrobianos podem proporcionar alívio temporário.

Herpes labial As bolhas de herpes labial normalmente somem em aproximadamente uma semana. Analgésicos tópicos de venda livre podem proporcionar alívio da dor. Seu dentista poderá prescrever medicamentos antivirais.

Leucoplasia O tratamento começa após a identificação da fonte da lesão. Uma vez que o agente irritante é removido, por exemplo, quando o dentista promove um polimento de uma restauração, ou um ajuste de um aparelho ortodôntico ou ainda quando a pessoa abandona hábitos como fumar, essas lesões devem desaparecer.

Sialadenite Hidratação é o primeiro passo no tratamento. Em seguida, podem ser administrados antibiótico, ou encaminhar o paciente para uma cirurgia para drenar a glândula salivar.

Abscesso dentário Um tratamento de canal pode acabar com a infecção e salvar o dente. Caso o dente não possa ser tratado, um dentista irá extraí-lo e drenar o abscesso para eliminar a infecção. Um antibiótico será prescrito para parar a infecção bacteriana.

 

Condições Relacionadas

Enquanto a maioria das lesões e infecções pode ser tratada e/ou controlada de forma eficaz, algumas são mais graves e, em casos raros, pode ser um sinal de câncer bucal. Procure por uma mancha branca ou avermelhada no interior da boca, bem como um caroço ou espessamento da pele. Outros sintomas como dor na língua, dente com mobilidade, dor, dificuldade para mastigar ou para deglutir, ou apenas uma dor de garganta precisam ser relatados para o seu dentista. O câncer bucal pode ocorrer em qualquer parte da boca, incluindo a gengiva, lábios, língua, palato(céu da boca), assoalho bucal e dentro das bochechas e da garganta.

Procure o seu dentita, pois só ele poderá diagnosticar corretamento o câncer bucal