Como ter dentes mais brancos com os alimentos certos

Imagine uma cesta cheia de nozes, queijos e frutas cítricas. Cena de piquenique, não é? Na verdade, são os alimentos do dia-a-dia que podem ajudar a branquear os dentes. É verdade. Por isso, ter um sorriso branco não é só uma questão de escolher entre um ou outro produto branqueador disponível nas lojas. Também é preciso revisar a sua lista de compras, adicionando alimentos que ajudam no branqueamento dos seus dentes. É bem provável que a maioria desses itens já esteja na sua geladeira ou dispensa (e só não te chamem a atenção pela relação que eles têm com o cuidado do seu sorriso). Mas vamos ao que interessa e descobrir de uma vez quais alimentos você pode evitar e quais deve aproveitar para ter um sorriso ainda mais branco.

Comece evitando alguns alimentos famosos por suas cores

Tudo começa pela prevenção quando se trata de evitar manchas nos dentes. Isso significa que, antes de começar a pensar no que você deve investir na sua dieta, procure reduzir a presença de alguns itens e bebidas que provocam manchas no dia a dia. Só de fazer isso, você estará colaborando progressivamente para descolorir seus dentes ao longo do tempo.

Na prática, o que você já pode deixar de lado para evitar que os seus dentes fiquem manchados é:

  • Café e chá,
  • Vinho tinto,
  • Frutas vermelhas,
  • Molho para macarrão,
  • E curry.

Alimentos azedos amigos da salivação

Agora, vamos começar a falar dos alimentos que merecem mais a sua atenção para um sorriso ainda mais branco. Você pode não saber, mas a saliva na sua boca é o seu clareador dental pessoal. Sim! Ela elimina naturalmente os restos de alimentos que podem manchar seus dentes. Bacana, não? Por isso, aposte em alimentos que são amigos da salivação. Veja alguns exemplos:

  • Toranjas,
  • Limões,
  • Laranjas limas,
  • Laranjas,
  • E maçãs verdes.

Essas opções azedas podem estimular a produção da saliva, ajudando, mesmo que indiretamente, a manter seus dentes limpos.

O poder dos laticínios

Tem gente que adora dizer que "os queijos deixam tudo melhor". Você pode ou não concordar, mas que existe um fundo de verdade nessa história, isso existe. Afinal, os benefícios do queijo e do iogurte são reconhecidos há muito, sem contar o quanto essa dupla pode ser saborosa. Mas falando na prática, os laticínios têm a habilidade de:

  • Fortalecer dentes e ossos com cálcio,
  • Reduzir as chances da doença cárie e das manchas nos dentes, aumentando o nível de pH na boca,
  • Ajudar no combate das bactérias nocivas com as bactérias boas probióticas, encontradas no iogurte,
  • E auxiliar na limpeza de restos de alimentos e manchas, como no caso dos queijos duros, como o parmesão, romano e gouda.

Alimentos crocantes que fazem a diferença

Só para você não esquecer: quanto mais você ajudar o seu organismo a produzir saliva, mais os seus dentes agradecem. E isso tem a ver também com os alimentos crocantes, cuja característica é importante por outro motivo que você vai descobrir já já. Mas, antes, ponha na sua próxima lista do supermercado esses itens:

  • As maçãs, de novo,
  • Aipo,
  • Cenouras,
  • E nozes.

Todos eles colaboram para a sua capacidade de produzir saliva. Além disso, alimentos crocantes são abrasivos para os seus dentes em uma certa medida, ajudando diretamente a limpar manchas superficiais.

O abacaxi faz a sua parte

Como mostra um conteúdo do Portal Tudo Aqui, o abacaxi colabora com a remoção de manchas superficiais graças a uma enzima chamada bromelina. Essa mesma enzima também é conhecida por diminuir a inflamação na gengiva. Ou seja, um adicional muito conveniente, não acha? Alimentos certos + produtos + visitas ao consultório

Agora que você sabe quais alimentos evitar e investir para ter um sorriso ainda mais branco, não se esqueça de conciliá-los com os produtos disponíveis nos supermercados e farmácias, além do tratamento de clareamento dental no consultório do(a) dentista. Ou seja, você estará unindo a força de uma dieta mais planejada com fórmulas e técnicas específicas para o clareamento dos dentes. E se de fato você for a um piquenique, aproveite as nozes, queijos e frutas cítricas que você imaginou no início desse texto, mas deixe de fora o vinho tinto, por exemplo.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.