Um dentista mostrando um comprimido para uma paciente no consultório odontológico

O que é o periodonto?

Se o dentista mencionar o periodonto durante uma avaliação, não há motivo para alarme. Você não contraiu uma doença dentária estranha. Esse termo odontológico descreve a gengiva e outros tecidos moles que envolvem e dão fixação aos dentes.

Rede de suporte dos dentes

Os dentes desempenham funções importantes. Eles mastigam os alimentos, auxiliam na fala e dão suporte para os lábios e o rosto. Para atuar de forma eficaz, os dentes devem repousar firmemente na gengiva, mas também devem mover-se levemente quando estão sob pressão. É aqui que entra o periodonto. Como explica a revista Journal of Dentistry and Oral Hygiene, essa parte da boca inclui o cemento, o ligamento periodontal, a gengiva e o osso alveolar. O cemento envolve as raízes dos dentes, o ligamento periodontal liga o cemento ao osso alveolar e a gengiva cobre o osso. Juntas, essas estruturas fixam os dentes com segurança, mas não de forma muito rígida.

Doença periodontal

A cárie e as cavitações dentárias são ruins para a saúde bucal, mas você sabia que também é importante evitar a doença periodontal? A gengiva saudável protege as demais estruturas do periodonto e as raízes dos dentes. Entretanto, se as bactérias e a placa invadirem o tecido gengival, a gengiva pode sangrar e ficar vermelha, dolorida e inchada. Esse primeiro estágio da doença periodontal é chamado de gengivite.

A gengivite não tratada evolui para periodontite, que afeta todo o periodonto. A gengiva fica inchada e vermelha e se afasta dos dentes, formando bolsas. À medida que as outras estruturas são afetadas, as bolsas ficam mais profundas e os dentes podem cair. A periodontite está associada a doenças que afetam todo o organismo, incluindo diabetes e doenças cardíacas.

Que hábitos danificam o periodonto?

Para reduzir as chances de desenvolver doença periodontal, a Harvard Medical School aconselha a evitar o cigarro e ter uma alimentação rica em frutas e vegetais. Fumar mais de um maço e meio de cigarros por dia aumenta o risco de doença periodontal em seis vezes, e fumar até mesmo meio maço de cigarros por dia aumenta o risco em três vezes. Os fumantes também são mais propensos a desenvolver depósitos duros e calcificados na margem gengival, chamados de tártaro, e podem sofrer maior perda óssea nas raízes dos dentes.

Há evidências de que as escolhas alimentares também podem ajudar a prevenir a doença periodontal. Tenha uma alimentação saudável que inclua nozes, legumes, frutas, verduras, óleos vegetais e peixes gordurosos para ajudar a prevenir inflamações que possam afetar a gengiva.

Gengiva saudável

Para manter a gengiva saudável, tenha uma boa rotina diária de higiene bucal e vá regularmente ao dentista. Use uma escova dental de cerdas macias para escovar delicadamente os dentes duas vezes ao dia, posicionando a escova em um ângulo de 45 graus em relação à margem gengival. Use o fio dental uma vez por dia, abraçando cada dente com o fio formando um C, para remover restos de alimento e a placa bacteriana. Faça bochechos com um enxaguante bucal uma vez por dia para proteger a saúde da gengiva. Por último, vá ao dentista pelo menos duas vezes ao ano para uma avaliação geral. Esse profissional pode detectar sinais de doença periodontal que talvez você tenha ignorado e pode tratá-la antes que se torne grave.

Ao manter a gengiva limpa e saudável, você está protegendo as demais estruturas do periodonto. Peça orientação ao dentista sobre como manter a gengiva em boas condições. Você estará no caminho certo para reduzir o risco de doença periodontal avançada e perda dos dentes.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.