Casal asiático sênior segurando uma garrafa
Badge field

Quando os antibióticos podem ser necessários para uma dor de dente?

Quando você está com dor de dente ou um dente infeccionado e está no auge da dor, o que fazer para encontrar alívio? Em alguns casos, o dentista pode prescrever um antibiótico. Pode parecer estranho tomar para aliviar a dor de dente o mesmo medicamento que você toma para uma infecção respiratória ou de ouvido. No entanto, todas as infecções, mesmo as que ocorrem na boca, têm algo em comum: são causadas por bactérias. Dito isso, nem todas as infecções dentárias precisam ser tratadas com antibióticos, então o dentista decidirá quando é apropriado prescrever esse tipo de medicamento para uma dor de dente.

Bactérias e cárie dentária

Para entender porque o dentista pode prescrever antibióticos para uma dor de dente, você deve primeiro entender como as bactérias contribuem para a cárie e a dor de dente. Sem uma escovação regular, duas vezes ao dia, com a técnica adequada, as bactérias presentes na boca podem se proliferar e transformar os alimentos que você come em ácidos, que depois se depositam nos dentes. Esse processo promove a cavitação e a cárie dentária. Como explica a Associação Americana de Odontologia (ADA), a ingestão frequente de açúcar pode alimentar especialmente as bactérias que degradam a estrutura dentária. Segundo um estudo publicado na revista PLOS ONE, o principal tipo de bactéria que causa cárie é o Streptococcus mutans.

Causas e tratamentos comuns da dor de dente

Quando as bactérias destroem a superfície de um dente, formando uma cárie, sua câmara interna fica vulnerável. Essa câmara interna contém os nervos responsáveis pela sensação do dente. Quando as bactérias entram nessa câmara, podem causar dor e problemas dentários mais graves, que podem exigir tratamento com antibióticos.

De acordo com o Merck Manuals, há muitas causas para uma dor de dente, como cárie, pulpite e abscesso dentário. Ter um dente cariado não significa necessariamente que você precisará tomar antibióticos. Como explica a Mayo Clinic, a cárie costuma ser tratada com restaurações, ou possivelmente coroas, dependendo de quanto o dente está infectado. Quando uma infecção no dente atinge o nervo, pode ser necessário um tratamento de canal e uma cobertura protetora para manter as bactérias fora do dente. Além disso, se o dente estiver danificado pela cárie de tal forma que não possa ser reparado, o dentista pode precisar extraí-lo.

Quando a dor de dente requer antibióticos?

Quando a infecção dentária é grave ou afeta a gengiva no entorno de um dente em erupção, o dentista pode indicar antibióticos. Por exemplo, a pericoronarite é uma infecção no tecido gengival que pode se desenvolver ao redor dos dentes do siso impactados, como explica o Merck Manuals. Os pacientes com essa infecção podem receber antibióticos como parte do tratamento.

Além disso, se o dentista notar sinais de um abscesso dentário, uma infecção dentária que pode se desenvolver a partir de uma cárie não tratada, ele pode recomendar antibióticos.

Uso de antibióticos para infecções dentárias

Para infecções dentárias, os dentistas muitas vezes prescrevem penicilina ou amoxicilina, explica o Merck Manuals. A clindamicina também é uma alternativa comumente prescrita para quem é alérgico à penicilina. O dentista certamente identificará a dose e a duração adequadas da medicação para a sua situação particular. Como a prescrição excessiva de antibióticos pode às vezes levar a cepas de bactérias mais resistentes, o dentista também levará em consideração a resistência aos antibióticos ao prescrever sua dose, como explica a ADA.

Para obter o melhor resultado, é importante tomar todos os comprimidos exatamente como o dentista prescreveu. Basta lembrar: mesmo que a dor cesse, é provável que você ainda precise continuar o tratamento para restaurar completamente o dente.

Prevenção da dor de dente

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, há muitas maneiras de prevenir uma dor de dente. Seguir as recomendações abaixo pode ajudá-lo a reduzir o risco de cárie ou dor de dente:

  • Limite a frequência e a quantidade de alimentos e bebidas açucarados.
  • Escove os dentes com creme dental fluoretado duas vezes ao dia para diminuir o acúmulo de açúcar e bactérias nos dentes.
  • Passe o fio dental entre os dentes para evitar a formação de cárie nas superfícies de contato entre eles.
  • Compareça às consultas para avaliações regulares para que o dentista possa continuar monitorando o risco de cárie.

Você pode tomar medidas para ajudar a prevenir a cárie e as infecções dentárias. Entretanto, se você já está com um desses problemas, saiba que o dentista tem a melhor das intenções ao prescrever antibióticos para a dor de dente.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.