Jovem sorrindo com uma escova dental elétrica e um copo de enxaguante bocal

Como funciona o enxaguante bucal para dentes sensíveis?

O bochecho regular com enxaguante bucal para dentes sensíveis pode realmente trazer alívio para pessoas que sofrem de sensibilidade nos dentes (ou sensibilidade dentinária). Isso porque um enxaguante bucal para dentes sensíveis tem ingredientes que ajudam a "adormecer" as terminações nervosas e a fortalecer o esmalte do dente. Além disso, pode ser usado junto com cremes dentais semelhantes ou até sozinho. Estudos indicam que os enxaguantes bucais podem ser tão bons quanto a pasta de dente na redução da sensibilidade.

Para você entender a sensibilidade dentinária

Segundo um artigo da Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo, os tratamentos caseiros para minimizar a sensibilidade são realizados com dentifrícios. O motivo é simples: eles ajudam a controlar a hipersensibilidade dentinária de maneira não invasiva, além de serem acessíveis economicamente. No caso dos enxaguantes bucais, eles ajudam a tirar sensibilidade de duas principais maneiras:

  • Por meio de soluções que "anestesiam" os túbulos na área da dentina subjacente aos dentes,
  • E revestindo o esmalte dental com substâncias que o reforçam e o tornam mais resistente.

Esses compostos de fortalecimento também preenchem esses túbulos microscópicos que chegam à polpa interna do dente por meio da dentina, que fica abaixo do esmalte do dente. No entanto, os resultados não aparecem de um dia para o outro. Por isso, você precisa usar regularmente o enxaguante para aumentar o efeito anestésico e fortalecer o esmalte do dente.

Enxaguante bucal ou creme dental?

Pode ser difícil decidir entre usar um enxaguante bucal ou um creme dental para tratar sua sensibilidade. E não é só com você que isso acontece... O certo é que as pesquisas sugerem que ambos são igualmente eficazes. Veja o que diz, por exemplo, esse conteúdo da Universidade Federal de Santa Catarina, baseado na análise de 24 estudos: os cremes dentais e os enxaguantes bucais com ativos dessensibilizantes estão entre os produtos mais utilizados nos tratamentos caseiros diante de crises de sensibilidade. No caso dos cremes dentais, a base são os ingredientes que procuram eliminar a condução nervosa ou provocar o fechamento dos túbulos dentinários. Por isso, essas pastas de dente reduzem os sintomas da sensibilidade dentinária. Os ingredientes mais comuns são o nitrato de potássio, acetato de estrôncio, arginina, carbonato de cálcio, fosfosilicato de sódio e cálcio, entre outros elementos. Já os enxaguantes bucais, segundo dados disponíveis, podem colaborar para reduzir a sensação de dor provocada pela sensibilidade dentinária se tiverem ingredientes como nitrato de potássio, fluoreto de sódio, citrato de potássio e fluoretos. Mas o fato é: as pesquisas atuais não são contundentes em dizer se a pasta é melhor do que o enxaguante (ou vice-versa) para o alívio da sensibilidade.

Os dentes sensíveis podem ser um sinal de problemas dentais graves, por isso mencione sempre qualquer sensibilidade ao seu(sua) dentista. Ele(a) pode verificar a origem do seu desconforto e oferecer o tratamento correto. E, em paralelo, você pode conciliar a pasta de dente e o enxaguante para sensibilidade para aliviar a dor.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.