Dentista explicando ao paciente

O que é gengivite ulcerativa necrosante aguda?

Um dos tipos mais graves e dolorosos de doença periodontal é a gengivite ulcerativa necrosante aguda, também conhecida como boca de trincheira. Segundo o Healthline, esse nome remonta à Primeira Guerra Mundial, a primeira guerra em que os soldados passaram por longos períodos nas trincheiras dos campos de batalha. Como estavam sob constante estresse e não tinham tempo para cuidar dos dentes ou procurar tratamento, muitas vezes apresentavam dor e sangramento na gengiva.

Quem é afetado por essa doença?

A gengivite ulcerativa necrosante aguda (GUNA) pode afetar qualquer pessoa que não tenha bons hábitos de higiene bucal, ou que não vá ou não tenha condição de ir ao dentista regularmente para fazer limpeza dentária, embora seja bastante rara em países com assistência médica moderna. É ainda observada ocasionalmente em homens mais jovens, possivelmente devido à relutância em procurar tratamento até que se torne muito dolorosa. Outros fatores incluem alimentação inadequada e falta de conhecimento sobre higiene bucal.

Existem outros fatores de risco para a GUNA?

A doença pode ser causada ou exacerbada por fatores como o comprometimento do sistema imunológico, história de tabagismo, infecções na boca ou por problemas de saúde existentes, como diabetes ou HIV/AIDS. Uma história de gengivite (doença periodontal), principalmente associada à má higiene bucal e à falta de consultas odontológicas, pode aumentar muito as chances de desenvolver essa doença. Má nutrição e escolhas alimentares inadequadas também podem ser fatores contribuintes.

Quais são os sintomas da GUNA e como ela é diagnosticada?

De acordo com o The New York Times, os pacientes podem apresentar uma combinação de vários sintomas diferentes.

  • Sangramento e dor na gengiva causados pelo toque ou pela escovação dos dentes
  • Mau hálito ou gosto metálico na boca
  • Aumento do inchaço gengival
  • Sintomas gripais, como fadiga e febre

Um simples exame bucal por um dentista é suficiente para o diagnóstico quando os sintomas acima estão presentes, e a doença pode ser inicialmente tratada com uma limpeza da gengiva e dos dentes por um higienista dental.

Para diminuir a infecção, o dentista pode prescrever antibióticos, juntamente com um enxaguante bucal antibacteriano. O enxaguante bucal também pode ser usado pelo cirurgião dentista durante a limpeza para ajudar a aliviar a dor causada pela infecção gengival.

Uma vez aliviados os sintomas dessa infecção dolorosa, consultas regulares com o dentista ajudarão a evitar que ela ocorra novamente e a garantir uma gengiva saudável por toda a vida.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.