Pesquisadores Identificam Genes Que Permitem A Infecção De Artérias Por Bactérias Bucais

Pesquisadores da Universidade da Flórida (UF) identificaram quatro genes em um patógeno bucal envolvido na doença periodontal que permitem que a bactéria invada e infecte células arteriais humanas, de acordo com pesquisa apresentada no encontro anual da Sociedade Americana de Microbiologia.

Com base em pesquisas anteriores que indicavam que a bactéria Porphyromonas gingivalis, que está intimamente associada à doença periodontal, poderia invadir e sobreviver dentro de células arteriais humanas, a equipe da Flórida identificou e estudou quatro genes específicos do P. gingivalis para determinar seu papel na interação com as células arteriais.

"Afora o estilo de vida e os fatores genéticos, existem evidências crescentes de que as infecções bacterianas possam ter participação na doença cardíaca", disse o autor do estudo, Paulo Rodrigues, um associado de pós-doutorado do departamento de Biologia Oral da Faculdade de Odontologia da UF. " A P. gingivalis, uma bactéria importante que pode vir a causar doença gengival, está relacionado também com a doença cardiovascular".

A equipe da Flórida criou quatro cepas alteradas de P. gingivalis, cada uma com mutação num gene diferente para incapacitá-la. Comparando a capacidade da bactéria modificada de invadir e sobreviver dentro de células arteriais com aquela da cepa de P. gingivalis sem mutação, os pesquisadores foram capazes de identificar e estudar o papel específico desempenhado por cada gene.

"Nosso estudo mostrou que as quatro cepas com mutação apresentavam deficiência na invasão das células arteriais e que a sua capacidade de sobreviver dentro das células estava diminuída", disse o dr. Rodrigues. "Esses resultados mostram que esses quatro genes desempenham um papel na invasão e na sobrevivência da P. gingivalis dentro das células arteriais".

"Saber como essa bactéria patogênica interage com as células arteriais é importante e pode levar ao desenvolvimento de terapêuticas e de instrumentos de diagnóstico para a detecção e, possivelmente, para a prevenção das doenças cardíacas causadas por essa associação", acrescentou.

© 2018 Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Efeitos da DOENÇA CARDÍACA na saúde bucal

Pesquisas recentes sugerem que a doença cardíaca está relacionada à gengivite. A gengivite é um fator de risco para as doenças dos vasos sanguíneos e artérias; pessoas com gengivite possuem risco maior de infarto, e existe uma ligação direta entre as artérias obstruídas nas pernas e a gengivite.

Produtos em Destaque

A doença periodontal pode ser associada a determinadas doenças cardíacas. Experimente um de nossos cremes dentais para prevenir doença periodontal antes que ela apareça.