Estudo mostra a falta de conhecimento sobre a maconha e os cigarros eletrônicos

Os jovens entenderam a mensagem de que o uso de cigarros é prejudicial. De acordo com um estudo publicado em um periódico científico, Journal Adolescent Health, os estudantes foram inclusive capazes de listar várias consequencias relacionadas ao uso dos cigarros, como pigmentação dental, mau-hálito e câncer.

Mas esses jovens não sabiam muito sobre o uso de cigarros eletrônicos e maconha, muitas vezes sendo relacionado a percepções positivas ou ambivalentes. O estudo ressaltou a necessidade de explicar melhor os riscos associados a esses produtos para profissionais de saúde e associar essas informações a campanhas de prevenção.

"Conseguimos divulgar os prejuízos do uso de cigarros, mas precisamos melhorar e incluir nas campanhas os prejuízos de outros produtos usados pelos jovens.", dissse o Dr. Bonnie Halpern-Felsher, professor de pediatria e autor do estudo "We don't want the message kids get to be ‘cigarettes are bad, so everything else might be OK'."

Os pesquisadores estudaram 24 estudantes de um colégio na Califórnia do Norte, em um distrito com altos índices de uso desses produtos.

A maioria dos participantes não sabiam dos riscos associados ao uso de cigarros eletrônicos, descrevendo-os como produtos novos que ainda não conheciam muito bem. Por exemplo, um estudante disse "Agora eu vejo muitas pessoas carrgando esses cigarros eletrônicos de cima para baixo. Mas de verdade, não sei se eles fazem mal mesmo". Outro aluno disse "Honestamente não sei direito, mas acho que os cigarros eletrônicos não são tão prejudiciais para o pulmão como os cigarros convencionais...está certo isso? Ouvi uma vez mas não sei se é verdade".

Outros participantes, no entanto, tinham certeza de que os cigarros eletrônicos não eram menos prejudiciais que os cigarros convenvionais, dizendo que "aparentemente as pessoas pensam que por ser eletrônico, não vão trazer nenhum prejuízo. Eles ainda não perceberam que é quase a mesma coisa".

© 2018 Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Ocorrências comuns de cuidados bucais para ADOLESCENTES

No decorrer do crescimento dos adolescentes, eles enfrentam determinadas questões dentais, como a colocação de aparelho ou remoção do dente do siso. Muitos desses procedimentos são parte normal da vida, enquanto outros são etapas proativas para ajudar a garantir saúde bucal para o resto da vida.

A seguir, encontram-se alguns bons tópicos para discutir com os adolescentes:

  • Causas do mau hálito - Mau hálito ou halitose geralmente é causado por bactérias formadas na língua. Em diversos casos, uma simples mudança nos hábitos de higiene bucal pode amenizar o problema, começando com uma boa higiene bucal, escovação da língua e visitas regulares ao dentista.

  • Opções de branqueamento – O branqueamento pode ser feito com cremes dentais branqueadores, enxaguatórios bucais e escovas de dente. O dentista também oferece opções de tratamento de branqueamento que são feitas no consultório e em casa.

  • Utilização do tabaco – Produtos de tabaco contêm toxinas que podem causar sérios tipos de câncer, gengivite, mau hálito, descoloração do dente e senso diminuído de cheiros. É mais fácil parar com o hábito de fumar cedo do que mais tarde.

  • Piercings orais – Piercings orais podem ter efeitos adversos na saúde de sua língua, lábios, bochechas e úvula. Problemas orais associados com joias engolidas/aspiradas, danos à fala, dentes fraturados e recessão da gengiva podem ocorrer.

Está tudo mudando? Não se esqueça de cuidar de seus dentes.

Muitas mudanças ocorrem durante a adolescência, mas isso não significa que seus dentes devem sofrer. Tenha uma boa higiene bucal usando um de nossos produtos apropriados para adolescentes.