GLOSSÁRIO DE TERMOS DE SAÚDE BUCAL E DENTAL

Há muitos termos que só os profissionais de odontologia conhecem. Está precisando de ajuda? Consulte esse guia..

A

  • Abcesso

    Quando o interior da boca é ferido ou irritado, bactérias podem entrar e causar uma infecção. Às vezes você verá um inchaço doloroso cheio de pus (um fluido grosso e amarelado). Se o pus não consegue sair, a área vai ficar inchada e dolorida. Isso é conhecido como abcesso. O abcesso forma uma barreira ao redor da infecção. Esse é um jeito de o corpo tentar impedir que uma infecção bacteriana se espalhe.

  • Ácido Fólico

    O ácido fólico é a vitamina B solúvel em água e é encontrada em folhas verdes, ervilhas, nozes e frutas. É uma vitamina necessária para ajudar na formação das células saudáveis do corpo. Pesquisas mostram que o ácido fólico está associado a uma taxa menor de sangramento em pessoas com gengivite.

  • Aftas

    Inchaços, manchas ou feridas na boca, lábios ou língua. Diferente do herpes labial, não é contagiosa e é geralmente causada por stress, alergias ou deficiência vitamínica.

  • Ácido do Estômago

    O ácido do estômago pode ser liberado e passa pelo esôfago até o interior da boca, o que é conhecido como refluxo gastroesofágico. O ácido do estômago pode dissolver o esmalte dos dentes. As pessoas que sofrem desse mal podem sofrer de perda de esmalte dos dentes devido a esses ácidos que cobrem as superfícies dos dentes, à boca seca e à cárie dentária.

  • Alimentos Ácidos

    Os alimentos altamente ácidos podem causar erosão dentária, ou seja, a perda irreversível de partes da estrutura do dente. Esses alimentos incluem refrigerantes, que contêm ácido fosfórico; frutas e sucos de fruta, devido ao ácido cítrico e iogurtes, que contém ácido láctico.

  • Alvéolo Seco

    Após a extração de um dente, um coágulo é formado na cavidade formada pela ausência dele (alvéolo) para que ajudar na cicatrização. O alvéolo seco (alveolite) pode ocorrer durante os primeiros cinco dias após a extração, quando o coágulo se rompe ou é deslocado, expondo o osso do dente.

  • Amálgama

    Material de preenchimento barato feito de prata, estanho, zinco, cobre e mercúrio. Mercúrio é quase 50% da mistura. O material é forte, mas pode manchar ou corroer ao longo do tempo.

  • Anestesia

    Um agente entorpecedor que amortece a dor em parte ou toda a boca durante trabalhos dentais. Essa droga é injetada na bochecha ou gengiva e pode durar horas.

  • Aparelho Móvel

    Um aparelho removível usado para manter as posições dos dentes após o tratamento ortodôntico ser concluído e o aparelho fixo ser removido. Depois que a mordida é corrigida, os ossos e a gengiva precisam de mais tempo para se estabilizar ao redor dos dentes.

  • Aparelhos Ortodônticos

    Um aparelho ortodôntico é aquele utilizado para mover gradualmente os dentes até que eles fiquem alinhados. Os fios são ligados à dispositivos chamado bráquetes, que são colados aos dentes e apertados durante certo período para alinhá-los. Normalmente os aparelhos são ajustados frequentemente para se conseguir os resultados desejados, que podem ser alcançados dentro de alguns meses ou até alguns anos.

  • Ardência na Boca

    Uma condição bucal dolorosa que afeta a língua, gengiva, lábios, lado interno das bochechas e o céu da boca. A causa dessa síndrome da pode estar relacionada desde a problemas com o paladar e com os nervos sensoriais até a alguma deficiência nutricional, boca seca, alergias a alimentos ou aromatizantes e certos medicamentos.

  • Avulsão Dentária

    A avulsão dentária ocorre quando um dente é traumaticamente deslocado de sua posição normal na boca devido a um golpe na boca ou a uma lesão dentária. Quando a avulsão ocorre, é muito importante consultar um dentista para determinar se o dente deve ser colocado de volta no lugar para que o ligamento periodontal (fibras que se ligam ao dente para apoiá-lo no lugar) possa ser fixado novamente ao dente.

  • Voltar para topo

B

  • Bactérias Orais

    A boca humana contém muitos tipos diferentes de bactérias orais, organismos que são bons e ruins. Algumas bactérias na boca desempenham funções importantes que ajudam a manter sua boca saudável, enquanto outras, se estiverem em excesso, pode trazer prejuízos para a saúde bucal. Dois tipos de bactérias encontradas na boca, e que se tiverem em excesso, podem ser prejudiciais: Streptococcus mutans e lactobacilos. Quando esses e outros tipos de bactérias ficam em excesso na boca, elas produzem ácido, o que ocasiona cárie. Outras bactérias orais que causam a doença periodontal são a Agregatibacter actinomycetemcomitans, porphyromonas gingivalis e Tanerella forsythia. É muito importante escovar os dentes e usar o fio dental diariamente para evitar danos aos dentes e ao tecido da gengiva causados por bactérias orais que se desenvolvem na boca.

  • Bicúspide

    Também chamados de pré-molares, esses dentes têm duas pontas na superfície de mordida. Pré-molares são usados para esmagar e rasgar.

  • Boca Seca

    Boca seca (xerostomia) é a condição de não ter saliva o suficiente para manter a boca molhada. Sem saliva o suficiente, cárie e outras infecções podem se desenvolver na boca. Você também pode não ter os nutrientes que precisa se não puder mastigar e engolir certas comidas.

  • Bolsa Periodontal

    Os dentistas definem como "bolsa periodontal" o espaço entre os dentes e gengiva quando a profundidade é maior que 3 mm. Geralmente, a profundidade desse espaçoé de 1 a 3 milímetros, conforme a medição por um dentista utilizando uma sonda periodontal. O tecido da gengiva que está inflamado ou inchado pode ter 4 milímetros ou mais e está propenso à doença periodontal.

  • Bruxismo

    O ranger ou cerrar dos dentes, às vezes durante o sono. Muitos acreditam que esse ranger é causado por stress e ansiedade, mas também pode ocorrer devido a dentes desalinhados, doenças ou remédios.

  • Voltar para topo

C

D

E

F

  • Facetas

    Finas conchas de porcelana coladas na frente dos dentes para melhorar a aparência. Podem ser usadas para arrumar dentes lascados, manchados, desalinhados, desgastados ou anormalmente espaçados.

  • Fenda Palatina

    Estruturas do palato que não fecharam devidamente, deixando uma abertura no céu da boca. Pode ser herdado de um dos pais ou causado por questões ambientais durante a gravidez, como fumo, consumo de álcool ou drogas, consumo de medicamentos controlados, exposição a vírus ou deficiência nutricional.

  • Fio Dental

    Material especial do tipo fio usado para remover placa e partículas de comida em lugares onde a escova de dente não alcança facilmente — sob a linha da gengiva e entre os dentes. O acúmulo de placa pode levar a cárie e doença da gengiva. É altamente recomendado o uso do fio dental diariamente.

  • Fio Dental Automático

    Funciona como um fio dental e pode ser usado por pessoas que têm dificuldade em usar o fio convencional. A limpeza entre os dentes ajuda a remover a formação da placa bacteriana e restos de alimentos e tornar os tecidos da gengiva mais saudáveis.

  • Fixadores de Próteses Dentárias

    Os fixadores de próteses dentárias são utilizados para fixar a prótese adequadamente na boca e evitar que ela saia do lugar. Uma variedade de fixadores de próteses dentárias estão disponíveis no mercado, como em pastas (forma de creme/gel), pós ou fitas. Os fixadores não são necessários para todos as pessoas que usam próteses. Consulte seu dentista para avaliar se é necessária a sua utilização.

  • Flavonoides

    Os flavonoides são antioxidantes que ajudam a retardar o progresso da oxidação e proteger a membrana celular de radicais livres que podem causar câncer e podem danificar as células. Os flavonoides também possuem características anti-inflamatórias. As pessoas com deficiência de flavonoides normalmente têm hematomas com mais frequência.

  • Fluorose

    São manchas brancas ou marrons no esmalte do dente causado pelo consumo exarcebado de flúor quando os dentes estão nascendo. A fluorose não se desenvolve após o surgimento dos dentes e é uma condição puramente estética.

  • Flúor

    Mineral natural encontrado na água e na crosta terrestre. Ajuda a prevenir cárie ao endurecer o esmalte.

  • Fraturas Dentárias

    As fraturas dentárias podem envolver o esmalte, a dentina ou a raiz . Em uma fratura dentária, uma restauração de resina composta ou uma coroa podem ser necessárias para resolver o problema. As fraturas menos graves são pequenas rachaduras no esmalte e podem não resultar em dor ou sensibilidade, mas elas podem ficar maiores. No caso de uma fratura na raiz, esta pode soltar-se, afetando a polpa e fazendo que a raiz precise ser extraída. Consulte seu dentista imediatamente para fazer um exame bucal.

  • Voltar para topo

G

H

  • Halitose

    Termo profissional para o mau hálito. Pode ser causada por má higiene dental, infecção, dieta, boca seca ou doenças.

  • Herpes Labial

    O herpes labial é causado pelo vírus herpes simples tipo 1 (HSV-1). Esse vírus é transmitido pela saliva (diretamente ou por meio de copos ou xícaras) ou pelo contato com a pele. As feridas normalmente aparecem como aglomerados de pequenas bolhas no lábio. A maioria das pessoas contrai a infecção do HSV-1 pela primeira vez antes de completarem 10 anos de idade.

  • Higiene Bucal

    Cuidado bucal diário para a saúde da boca e dentes. Boa higiene oral inclui escovação, o uso do fio dental, comer alimentos saudáveis e visitar regularmente o dentista.

  • Hiperglicemia

    A diabetes é causada pelo nível elevado de açúcar no sangue e ocorre quando o corpo não consegue . Os sintomas da hiperglicemia são os altos níveis balancear os níveis de açúcar no sangue com a produção de insulina. Níveis elevados de açúcar na urina, micção frequente, boca seca e aumento da sede podem ser alguns indicadores da doença. É importante consultar o seu médico para fazer um hemograma completo, a fim de ajudar a determinar o tratamento. A diabetes mellitus também afeta a cavidade oral, provocando um aumento no risco de infecções.

  • Hiperplasia Gengival

    A hiperplasia gengival é uma condição na qual o tecido da gengiva pode crescer de maneira exagerada. Geralmente, a hiperplasia é causada por medicamentos induzidos por drogas. As pessoas com histórico de convulsões e que estejam tomando certos medicamentos podem ter efeitos colaterais de hiperplasia gengival.

  • Hipersensibilidade

    Dolorosa sensibilidade no dente a comidas e bebidas quentes, frias, doces ou ácidas. Tipicamente causada pela exposição de áreas da raiz do dente.

  • Voltar para topo

I

  • Implante Dental

    Implantes dentais são postes ou armações de metal que são cirurgicamente posicionadas no osso da mandíbula, sob as gengivas. Uma vez no lugar, eles permitem ao dentista montar ali um dente substituto.

  • Implante Tipo Raiz

    Um dispositivo de titânio implantado cirurgicamente no osso da mandíbula para substituir raízes de dentes faltantes. Esses implantes suportam coroas, próteses e dentaduras.

  • Implante Transósseo

    Uma forma obsoleta de implante, originalmente usada em pessoas com ossos da mandíbula pequenos. É raramente usado hoje em dia, pois exige cirurgia extensa.

  • Implante de Moldura-Ramo

    Um tipo de implante usado se o osso da mandíbula é muito fino para outros implantes. Esse tipo de implante deixa uma barra de metal fina visível ao redor do topo da gengiva.

  • Impressão

    Uma fôrma de dentes, tipicamente usada para criar aparatos ortodônticos. O laboratório usa um material leve que vai em um gel para fazer uma cópia dos dentes, que será enviada ao dentista.

  • Incisivos

    Dentes da frente, afiados e na forma de cinzel (quatro superiores e quatro inferiores) usados para cortar a comida.

  • Invisalign

    Os aparelhos Invisalign são uma forma nova e inovadora de alinhar os dentes sem os braquetes e elásticos. Estes alinhadores são colocados sobre os dentes e podem ser usados durante o dia e à noite. Eles movem os dentes até que eles atinjam um alinhamento correto.

  • Voltar para topo

L

  • Lasers Odontológicos

    Os lasers odontológicos são usados para uma variedade de tratamentos bucais. Eles podem ajudar a reduzir a profundidade da bolsa, alongar um dente ou coroa e ajudar a remodelar o tecido da gengiva, e podem ser usados para frenectomias a fim de eliminar distúrbios da fala.

  • Lidocaina

    É agente anestésico local que é usado para anestesiar o tecido antes de um procedimento odontológico (restauração com resina composta ou cirurgia odontológica). A lidocaína ajuda a prevenir a dor que pode ocorrer durante o procedimento dentário. Ela geralmente perde seu efeito cerca de duas ou três horas após a cirurgia.

  • Limpador de Língua

    Embora uma escova de dentes possa ser usada, raspadores de língua são muito mais eficazes para raspar a placa, restos de alimentos e bactérias da língua. A Colgate desenvolveu um limpador de língua na parte de trás de sua escova de dentes Colgate 360°® para ajudar o público e os profissionais de odontologia a limparem a língua com eficácia e ajudar a proporcionar uma saúde bucal adequada.

  • Limpeza

    Exames gerais quase sempre incluem uma limpeza completa, feita pelo dentista ou pelo higienista dental. Usando instrumentos especiais, um higienista dental raspará abaixo da linha da gengiva, removendo placa e tártaro acumulados que causam doenças da gengiva, cárie, mau hálito e outros problemas. O dentista ou higienista pode polir e passar fio dental nos seus dentes.

  • Linha da Gengiva

    Ponto em que o dente e a gengiva se encontram. Sem a devida escovação e uso de fio dental, a placa e o tártaro (cálculo dental) se acumulam na margem gengival, podendo levar à gengivite ou doença periodontal.

  • Voltar para topo

M

N

  • Nervo

    Elemento da polpa do dente que sente a dor. O nervo é o centro do dente e pode ser exposto quando o esmalte é enfraquecido.

  • Níveis Hormonais

    Alterações nos níveis hormonais podem causar problemas no tecido da gengiva quando há biofilme (placa) nos dentes. Durante a menstruação, gravidez e menopausa, a saúde bucal é afetada pelas alterações hormonais. Para reduzir o risco de doença gengival e outras complicações durante esses períodos, mantenha uma boa higiene bucal (escovação e uso do fio dental) e visite regularmente o seu dentista para garantir que seus dentes e gengiva estejam saudáveis.

  • Níveis de Estrogênio

    Alterações nos níveis hormonais podem causar problemas de saúde bucal em mulheres. Na puberdade, a gengiva pode se tornar mais sensíveis. Durante a menstruação, alguns dos mesmos sintomas podem ocorrer, além do desenvolvimento de aftas. Na gravidez, o aumento do nível de progesterona pode causar gengivite. Finalmente, durante a menopausa, as mulheres podem experimentar uma alteração no paladar, sensação de queimação, diminuição do fluxo de saliva e sensibilidade à bebidas ou alimentos frios ou quentes.

  • Voltar para topo

O

P

R

S

T

  • Tecido Periodontal

    Os tecidos moles e mineralizados que envolvem e servem de apoio aos dentes. Eles incluem a gengiva, que cobre o osso do maxilar e dá suporte à estrutura do dente dentro do osso alveolar, o ligamento periodontal (fibras que mantêm os dentes ligados ao maxilar), e o osso alveolar para que os dentes fiquem no lugar, nutridos e protegidos.

  • Teste de Transiluminação

    Um teste de transiluminação é um teste realizado nos dentes, em que a luz mostra por transparência se a raiz quando a polpa está necrosada ou foi substituída por uma obturação.

  • Tártaro

    Placa que endureceu nos dentes. O tártaro pode se formar na da gengiva e sob a linha da gengiva e danificar os dentes e gengivas.

  • Voltar para topo

V

  • Vitaminas

    As vitaminas e os minerais são essenciais para a saúde em geral, incluindo os dentes. O esmalte do dente precisa de cálcio para seu fortalecimento; quanto mais forte o esmalte, menor a probabilidade de desenvolvimento de cárie dentária. Outras vitaminas, tal como a vitamina D, também podem promover a saúde dental. Fale com seu dentista a respeito de uma dieta balanceada e quais vitaminas ou suplementos você poderia tomar.

  • Vitamina B

    Vitaminas do complexo B são essenciais para a produção de energia, para o metabolismo de carboidratos, proteínas e gordura, para a saúde dos nervos e cérebro, e para a prevenção de ansiedade e depressão. A deficiência de vitaminas do complexo B pode causar uma sensação de queimação na boca, língua inchada ou rachada, e dificuldade para engolir.

  • Vitamina C

    A vitamina C ajuda a formar e a manter ossos, vasos sanguíneos, pele, tendões e ligamentos. É necessário para a cura de feridas, reparação de cartilagem, e para a saúde dos dentes e da gengiva. Comprovou-se que a deficiência de vitamina C retarda o processo de cicatrização e pode estar associada à hemorragia. É vital receber as doses adequadas de vitamina C. Consulte um nutricionista ou seu médico.

  • Vitamina D

    A vitamina D é importante para a saúde do osso, mas também auxilia em diversas doenças, como inflamação, esclerose múltipla e depressão. Estudos epidemiológicos mostram que um baixo nível de vitamina D aumenta o risco de osteoporose, diabetes tipo 1, esclerose múltipla, alguns tipos comuns de câncer, doença de Crohn, hipertensão e doença cardiovascular. As pessoas podem obter a vitamina D pela exposição à luz solar, dieta (inclusão de leite, ovos, óleo de fígado de peixe) e suplementos vitamínicos.

  • Voltar para topo