Boca seca ao acordar

Mulher sorrindo no parque tomando agua e fazendo exercicios

Poucas são coisas tão desconfortáveis quanto acordar de manhã com a boca seca ou a garganta ressecada. Parece que você não escova os dentes há dias. Mesmo se você tiver água por perto para beber durante a noite, a boca seca ou xerostomia ainda pode ocorrer. Descubra as causas da boca seca e os cuidados que você pode ter para evitar esse problema no futuro.

Por que a boca seca ocorre?

De acordo com a Associação Americana de Odontologia (ADA), a xerostomia ocorre quando você não produz saliva o bastante para manter a boca suficientemente úmida. A falta de saliva pode ser atribuída a vários fatores, sejam sazonais, comportamentais ou relacionados à saúde. Os mais comuns são:

  • Efeito colateral de medicamentos, como antidepressivos, AINEs e reguladores da pressão arterial.
  • Disfunção das glândulas salivares.
  • Uso de radioterapia no tratamento do câncer.
  • Doenças crônicas ou distúrbios autoimunes, como diabetes, lúpus ou artrite reumatoide.
  • Estresse emocional.
  • Alterações hormonais, incluindo gravidez e menopausa.

Saiba que acordar com a boca seca não significa necessariamente que você tem uma doença grave.

Sinais e sintomas

Considere a ajuda de um profissional de saúde se você apresentar alguns ou todos os sintomas conhecidos de boca seca. A sensação de secura e pegajosidade pela manhã é certamente o melhor indicador desse problema; pode até parecer que sua boca está cheia de algodão. Outros sintomas incluem: sensação de ardência; sensação de estar com a língua "grossa" como couro; dificuldade em executar funções como mastigar, engolir e falar; ou lábios ressecados e feridas na boca ou na garganta.

Cuidado e tratamento

Embora o tratamento médico possa resolver a maioria dos problemas de saúde que contribuem para a boca seca, o cuidado domiciliar é essencial para reduzir a gravidade dos sintomas. O médico pode recomendar a troca de alguns medicamentos ou prescrever preparos medicinais como estimulantes ou substitutos salivares, segundo a Associação Americana de Odontologia. Esses produtos podem ajudar a reduzir a secura enquanto você trata o problema em si.

Fique atento também ao estado dos seus dentes: A boca seca pode aumentar o risco de cárie e doenças periodontais. Nesses casos, é necessário consultar o dentista para fazer um exame, além de manter sua rotina de cuidados em casa.

Cuidados com a boca seca pela manhã

Você pode evitar acordar com problemas de boca seca, cuidando adequadamente da sua saúde geral. Em primeiro lugar, mantenha-se hidratado na noite anterior. A Cleveland Clinic recomenda a ingestão de alimentos úmidos. Incorpore ao café da manhã caldos ou molhos saudáveis para facilitar a digestão até que as glândulas salivares voltem ao normal. Outros cuidados que você pode tomar são:

  • Examinar a boca diariamente para ver se há alguma ferida ou inflamação;
  • Manter bons hábitos de saúde bucal;
  • Se você usa prótese, retire-a durante a noite e deixe-a imersa em uma solução de limpeza.

Ao controlar a boca seca com bons cuidados pessoais e tratamento médico, se necessário, a xerostomia não será tão inconveniente pela manhã.

Saiba mais sobre como a boca seca pode ocorrer com a idade nos recursos do Centro de Cuidado Bucal da Colgate.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

BOCA SECA

Definição

Conhecida por seu termo médico xerostomia, a boca seca é quando você não produz saliva suficiente para manter a boca úmida e hidratada.

Causas

A boca seca pode ocorrer quando as glândulas na boca responsáveis por produzir a saliva não estão funcionando de maneira correta. Algumas causas comuns incluem:

  • Estresse

  • Determinados medicamentos

  • Terapia contra o câncer (radioterapia/quimioterapia)

  • Doenças auto-imunes como Síndrome de Sjogren

  • Fumo

Doenças relacionadas