O fluoreto é prejudicial?

Uma criança de beber água de uma fonte

O fluoreto é um mineral natural que, ao ser incorporado aos cuidados bucais, fortalece os dentes e ajuda a prevenir a cárie. Por essa razão, há 70 anos é considerado um benefício para os sistemas de abastecimento de água em países como os Estados Unidos. Apesar disso, desde a sua implementação, a fluoretação das águas de abastecimento público tem sido controversa. O fluoreto é prejudicial de alguma forma?


Origens da controvérsia sobre o fluoreto

Em 1945, a cidade de Grand Rapids, no Michigan, começou a adicionar fluoreto ao abastecimento de água, sendo a primeira cidade do mundo a fazer isso. Logo depois, outras cidades entre os Estados Unidos e o Canadá começaram a notar os benefícios do fluoreto e seguiram o exemplo, relata a Associação Canadense de Odontologia.

No entanto, por algumas razões, a prática tem sido controversa. Algumas pessoas acreditam que os programas de fluoretação são muito caros, embora o custo por pessoa durante toda a vida seja menor do que o de uma única restauração dentária, de acordo com a Associação Americana de Odontologia (ADA). Outras ainda argumentam que o governo não deve interferir na saúde bucal da população. Obviamente, os supostos riscos que o fluoreto oferece à saúde são outro motivo persistente de controvérsia. Saiba o que alguns estudos científicos disseram sobre esses riscos.


Por que é seguro?

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) confirma que a segurança e os benefícios do fluoreto estão bem documentados. Nunca houve nenhuma evidência científica comprovando que o fluoreto provoca efeitos adversos à saúde. De fato, as evidências mostram, de forma confiável, que o fluoreto é seguro e eficaz na quantidade fornecida no creme dental e na água que sai das torneiras. Fique tranquilo, pois nenhum dos problemas comuns a seguir tem relação real com o fluoreto:

  • Alergias
  • Mal de Alzheimer
  • Câncer
  • Síndrome de Down
  • Doenças do coração
  • Baixa inteligência
  • Osteoporose
  • Distúrbios renais (dos rins)

Não é apenas o CDC que confirma os méritos do fluoreto; de acordo com a ADA, mais de 125 organizações em todo o mundo também reconhecem sua segurança e valor. Essas organizações incluem a própria ADA, a Associação Americana de Medicina e a Organização Mundial da Saúde.


Fluorose dentária

O fluoreto é seguro nas doses adequadas, mas como qualquer coisa em excesso, pode fazer mal. Após décadas de pesquisa, o principal risco associado ao uso excessivo de fluoreto é a fluorose dentária, uma condição estética que as crianças podem desenvolver se forem excessivamente expostas ao fluoreto quando muito jovens.

As crianças afetadas podem ter manchas ou linhas brancas e, em casos graves, até manchas de coloração marrom ou cinza no esmalte dos dentes. Essa condição costuma ocorrer quando as crianças engolem o creme dental fluoretado, por isso é importante supervisioná-las enquanto escovam os dentes para ter certeza de que estão cuspindo.


Como o fluoreto protege os dentes

O fluoreto protege sua boca de diferentes formas. Primeiro, fortalece os dentes, ajudando no processo de remineralização do esmalte, no qual minerais como cálcio são repostos. A reposição desses minerais ajuda a manter o esmalte dos dentes forte e protegido contra a cárie. Segundo, o fluoreto ajuda a controlar o ácido presente na cavidade bucal. Normalmente, as bactérias que se acumulam nos dentes se alimentam de açúcares e produzem ácidos que desgastam sua superfície, mas o fluoreto mantém a boca protegida desse efeito comum.

Escovar os dentes duas vezes ao dia com creme dental fluoretado e uma escova de cerdas macias é uma maneira fácil de garantir a quantidade de fluoreto que o esmalte dos dentes precisa. Se você tiver dentes saudáveis, a combinação de água potável fluoretada e creme dental com fluoreto é suficiente para sua rotina diária. Se a água que abastece sua casa não for fluoretada ou se você bebe água mineral envasada sem fluoreto, o dentista pode recomendar tratamentos com flúor no consultório para garantir a proteção necessária.

O fluoreto tem sido controverso desde a sua introdução, mas é realmente prejudicial de maneira observável? Felizmente, a resposta é não. Esse mineral natural é um ingrediente seguro que pode ajudar a manter os dentes fortes e sem cárie. Se você acha que não está obtendo a quantidade suficiente de fluoreto, converse com o dentista para descobrir se um tratamento profissional é adequado para você.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Cómo Usar o FLÚOR

Você pode obter os benefícios do flúor em diferentes locais. Ele pode funcionar a partir de fonte externa e de dentro do corpo. Para melhores resultados, você precisa dos dois. Em casa, você e sua família devem escovar os dentes com creme dental com flúor no mínimo três vezes ao dia, por dois minutos, principalmente após comer e antes de dormir.

Creme dental com flúor é um passo importante que você pode tomar para prevenir cárie.

Experimente uma de nossos cremes dentais para ajudar no combate à cárie.