Abscesso dentário

3 amigas sorrindo ao ar livre num jardim

O que é abscesso dentário?

Um abscesso dentário é uma infecção bacteriana que causa acúmulo de pus no interior do dente, podendo provocar dor moderada a intensa nas pessoas que apresentam esse problema. Os abscessos dentários podem ocorrer quando uma cárie antiga não é tratada ou quando uma rachadura ou fratura no dente permite que bactérias entrem na polpa dentária (a parte mole no interior do dente) e a infectem.

Depois que as bactérias entram, elas se espalham até a raiz e causam inflamação e inchaço. Quando a inflamação ocorre, ela empurra o pus para um espaço apertado (conhecido como abscesso) na ponta da raiz, onde ocorre o inchaço.

Sintomas

Os sinais e sintomas de um abscesso dentário incluem:

  • Dor de dente persistente, latejante ou intensa
  • Sensibilidade extrema à temperatura
  • Dor ao mastigar ou morder
  • Febre
  • Inchaço no rosto ou nas bochechas
  • Linfonodos em baixo da mandíbula ou no pescoço sensíveis ou inchados
  • Um fluxo de líquido com gosto ruim na boca, seguido pela cessação da dor, o que significa que o abscesso se rompeu.

Outros fatores de risco

Os seguintes fatores podem aumentar o risco de abscesso dentário:

  • Maus hábitos de higiene bucal — Se você não escova os dentes nem usa fio dental diariamente (de preferência duas ou mais vezes por dia), o risco de complicações dentárias e bucais, como doença periodontal, abscesso e cárie, pode aumentar significativamente.
  • Dieta rica em açúcar — O açúcar em excesso faz mal ao organismo e é especificamente prejudicial para os dentes. Refrigerantes, doces e outros alimentos ricos em açúcar podem causar cárie, que pode rapidamente se transformar em infecções ou abscessos dentários.
  • Outros problemas de saúde — Você tem diabetes ou outro tipo de doença autoimune? Nesse caso, essas doenças certamente podem aumentar a probabilidade de um abscesso dentário; portanto, cuidados bucais adequados e avaliações odontológicas regulares são essenciais.

Quando você deve consultar o dentista?

Se você apresentar algum dos sinais ou sintomas listados acima, consulte o dentista imediatamente, principalmente se tiver inchaço no rosto ou começar a sentir febre. Se o dentista não puder atendê-lo imediatamente, você deve ir ao pronto-socorro, pois esses sintomas podem indicar que a infecção está se espalhando para o osso e tecido circundantes.

A única maneira de se livrar da dor e do problema é receber o tratamento odontológico adequado. Você pode sentir a dor diminuir se o abscesso se romper, mas ainda precisará da ajuda de um profissional. A infecção pode se espalhar para outras partes dos maxilares e também da cabeça e do pescoço e, no pior dos casos, levar à sepse, que é uma infecção generalizada, que pode colocar sua vida em risco.

Exames e diagnóstico

Além das avaliações dentárias regulares, o dentista pode fazer alguns exames especializados para confirmar se você tem um abscesso dentário:

  • Teste de percussão — Um dente com abscesso geralmente é muito sensível ao toque ou à pressão; portanto, o dentista pode tocar e pressionar o dente em questão para determinar o nível de dor.
  • Radiografia — Uma radiografia ou outro exame de imagem (como tomografia computadorizada) pode ajudar a identificar um abscesso; portanto, o dentista pode solicitar algum desses exames para ter certeza.
  • Exames laboratoriais — Se o tratamento de primeira linha com antibióticos não ajudar a combater a infecção, o dentista pode coletar uma amostra de pus do abscesso para descobrir que tipo de bactéria está causando a infecção. Esse exame ajudará a identificar um novo plano de tratamento mais eficaz.

Tratamentos para o abscesso dentário

Tratar um abscesso dentário envolve a drenagem do abscesso e a eliminação da infecção na área. O dente pode ser salvo por um tratamento de canal, mas em alguns casos, pode precisar ser removido completamente. Deixar um abscesso dentário sem tratamento pode levar a complicações graves e até fatais. O dentista ou cirurgião-dentista pode recomendar as seguintes opções:

  • Tratamento de canal — Se possível, o dentista tentará salvar seu dente realizando um tratamento de canal. Nesse tratamento, o dente é limpo e desinfetado por fora, perfurado e limpo por dentro e depois preenchido com um cimento adesivo seguro para restaurar a integridade estrutural (e proteger o dente de futuras infecções). Com os devidos cuidados, esse dente restaurado durará pelo resto da vida.
  • Extração do dente afetado — A extração do dente é o último recurso: se o dente não puder ser salvo, o dentista escolherá essa opção para preservar a saúde do resto da boca. Uma vez extraído, o abscesso será totalmente drenado e limpo para evitar novas infecções.
  • Antibióticos — Se a infecção estiver próxima da área afetada pelo abscesso, talvez você não precise de antibióticos. No entanto, se ela se espalhar, o dentista prescreverá antibióticos para ajudar a retardar ou diminuir a infecção, especialmente se você tiver um sistema imunológico enfraquecido.

Enquanto a área estiver cicatrizando, o dentista pode recomendar bochechos regulares com água morna e sal e analgésicos, se necessário, para ajudar a aliviar qualquer desconforto que você possa sentir.

Prevenção de abscessos dentários

Você pode prevenir um abscesso dentário cuidando adequadamente dos dentes, seguindo uma dieta saudável e fazendo avaliações odontológicas regulares. Siga as orientações gerais a seguir para garantir uma boca sorridente e saudável.

  • Beba água fluoretada.
  • Use um creme dental fluoretado para escovar os dentes duas vezes ao dia (ou após cada refeição).
  • Se as cerdas estiverem desgastadas, substitua a escova dental; ou então, troque de escova a cada três a quatro meses como regra geral.
  • Use o fio dental ou um limpador interdental diariamente.
  • Use um enxaguante bucal antimicrobiano ou fluoretado para ajudar a eliminar os restos de comida após as refeições.
  • Tenha uma dieta mais equilibrada e sem açúcar.
  • Faça exames dentários e limpezas regulares com o seu dentista.

Se você tiver dúvidas sobre a rotina de cuidados bucais ou achar que pode estar nos estágios iniciais de um abscesso dentário, entre em contato com o dentista para uma avaliação. O dentista responderá às suas perguntas e determinará se você precisa de tratamento para um abscesso dentário.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS