Gosto ruim na boca: causas e tratamentoGosto ruim na boca: causas e tratamento

família feliz compartilhando

Um gosto estranho ou desagradável na boca é, na melhor das hipóteses, um incômodo, e na pior, pode ser um sintoma de um problema médico grave. Se você sente um gosto ruim que nunca desaparece ou que surge regularmente, converse com o médico ou dentista. Essa condição pode ser causada por um problema na boca ou em outra parte do corpo ou por medicamentos ou suplementos que você está tomando.

 

Gosto ruim na boca: sintomas

As papilas gustativas e as terminações nervosas localizadas na boca ajudam você a apreciar o sabor dos alimentos e bebidas, mas também podem transmitir a sensação de gosto ruim. Os pacientes relatam que sentem um gosto de moeda velha na boca ou um gosto metálico, amargo ou ardente. Às vezes o gosto é simplesmente ruim. A sensação desagradável pode durar continuamente por dias ou semanas ou pode surgir e desaparecer constantemente.

 

Gosto ruim na boca: causas

Doenças, medicamentos, suplementos, síndromes e infecções são algumas das causas do gosto ruim na boca.  A doença gengival é causada por bactérias que atacam e afetam o tecido da gengiva, dando origem a um gosto desagradável que geralmente é acompanhado por mau hálito. Por outro lado, o gosto ruim pode ser causado por medicamentos como o antibiótico tetraciclina, medicamento para a gota, o tratamento psiquiátrico com lítio ou suplementos como polivitamínicos e comprimidos de ferro ou cálcio.

A síndrome de ardência bucal também causa alterações do paladar, especialmente gosto metálico ou amargo. A Mayo Clinic explica que essa condição afeta principalmente mulheres na pós-menopausa. O gosto ruim e outros sintomas de ardência na boca podem persistir da manhã até a noite, aumentar no decorrer do dia ou ocorrer intermitentemente.

De acordo com a Cleveland Clinic, se o paladar desaparecer, a causa pode ser uma infecção das vias aéreas superiores. Resfriado, tosse e sinusite podem alterar o paladar, embora o efeito seja apenas temporário. A Cleveland Clinic também lista o diabetes, problemas renais ou hepáticos e alguns tipos de câncer como outras causas raras de alteração no paladar. Outras causas incluem tratamentos contra o câncer, gravidez, demência e exposição a produtos químicos.

 

Gosto ruim na boca: diagnóstico

Um médico ou dentista analisa a condição clínica, histórico e outros sintomas do paciente para diagnosticar a causa do gosto ruim na boca. Vá ao dentista para investigar a presença de doenças gengivais ou outros problemas dentários antes de consultar um médico.

Se estiver tudo bem com sua gengiva, isso não significa que o gosto ruim seja causado por um problema médico grave. Muitas alterações no paladar têm causas benignas. O Dr. Michael Rabovsky, presidente do Departamento de Medicina da Família da Cleveland Clinic, diz que a origem do gosto metálico provavelmente é inofensiva se o paciente não apresentar outros sintomas.

 

Gosto ruim na boca: opções de tratamento

Lidar com a causa do gosto ruim na boca é o melhor e mais óbvio tratamento para fazer o problema desaparecer. A limpeza profissional duas vezes por ano e a escovação e uso do fio dental regulares podem manter as doenças gengivais distantes. Também considere fazer bochechos com um enxaguante bucal que ofereça proteção por 12 horas contra bactérias que causam gengivite.

Como alternativa, o médico pode prescrever saliva artificial, analgésicos, bloqueadores nervosos ou enxaguantes bucais anestésicos para tratar a síndrome de ardência bucal. Quando suplementos ou tratamentos estão causando o gosto ruim na boca, a interrupção do uso deve fazer com que o gosto desapareça, mas o médico pode aconselhá-lo sobre a melhor medida a tomar.

O gosto ruim na boca que não se resolve sozinho ou retorna regularmente não é algo que pode ser ignorado. Converse com o médico ou dentista para que ele possa descobrir a causa e prescrever um tratamento, se necessário. Quando esse gosto desagradável desaparecer, você conseguirá saborear novamente suas comidas e bebidas favoritas!

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS