Como lidar com a boca seca ao dormir

mulher com boca seca

Quem não gosta de uma boa noite de sono? De acordo com a Mayo Clinic, o sono evita a irritabilidade, permite que nos concentremos ao longo do dia e nos ajuda a controlar o peso e o apetite. O corpo humano precisa de uma certa quantidade de descanso todos os dias para funcionar. Em algumas noites, porém, o sono é interrompido por diversos motivos, sendo a boca seca um deles. Se você já sentiu a boca seca enquanto dormia, saiba quais são algumas das causas, maneiras de lidar com o problema e orientações sobre quando consultar o dentista.

O que é boca seca?

Boca seca, também conhecida como xerostomia, é a falta de saliva necessária para manter a boca úmida e hidratada. A saliva desempenha diversas funções na boca, incluindo auxiliar na digestão dos alimentos, prevenir a cárie dentária e permitir a mastigação e a deglutição. Todos sofrem de boca seca em algumas ocasiões, geralmente devido ao estresse, mas ter esse problema constantemente é uma grande preocupação.

Sintomas da boca seca

Os sintomas comuns são língua e garganta secas, lábios rachados e uma sensação pegajosa na boca. Algumas pessoas que sofrem de boca seca também sentem dificuldade para mastigar, engolir e sentir o sabor dos alimentos, bem como dificuldade para falar e lesões ou sensação de queimação na boca. Se você apresentar vários sintomas de boca seca, consulte o médico ou dentista, pois podem ser sinais de uma doença subjacente que requer tratamento.

Quais são as causas da boca seca?

Depois de identificar os sintomas, é igualmente importante conhecer as causas da boca seca durante o sono. As razões para esse distúrbio podem variar de roncar a dormir com a boca aberta. Também pode ser um efeito do tabagismo ou consumo de bebidas alcoólicas, estresse ou outros problemas emocionais, um sintoma de alguma doença como a Síndrome de Sjögren ou um efeito colateral de medicamentos para tratar sinusite, ansiedade e depressão, entre outros.

As melhores estratégias de tratamento

A primeira coisa a fazer é conversar com o dentista. Ele poderá diagnosticar corretamente os sintomas e, se você estiver com esse distúrbio, indicar as opções de tratamento. Enquanto isso, há algumas dicas simples que podem ser seguidas:

  • Tenha um copo ou uma garrafa de água em sua mesa de cabeceira para beber se você acordar à noite
  • Mastigue chicletes sem açúcar ou chupe balas duras sem açúcar durante o dia, sugere a Mayo Clinic
  • Utilize um umidificador enquanto dorme para neutralizar o ar seco em seu quarto
  • Diminua o consumo de cafeína e refrigerantes
  • Pare de fumar e de beber
  • Beba bastante água durante o dia para evitar a desidratação

Além disso, uma rotina rígida de cuidados bucais só traz benefícios. Incorpore um enxaguante bucal sem álcool em sua rotina de cuidados bucais para aliviar o sintoma de boca seca. Essa rotina também deve incluir a escovação duas vezes ao dia e o uso do fio dental. O fio dental ajuda a eliminar as partículas de alimentos que ficam presas nos espaços apertados entre os dentes que a escova dental não consegue alcançar.

A boca seca não deve arruinar seu descanso noturno. Não deixe que a boca seca e sedenta atrapalhe o seu sono e acorde feliz e energizado todos os dias.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS

BOCA SECA

Definição

Conhecida por seu termo médico xerostomia, a boca seca é quando você não produz saliva suficiente para manter a boca úmida e hidratada.

Causas

A boca seca pode ocorrer quando as glândulas na boca responsáveis por produzir a saliva não estão funcionando de maneira correta. Algumas causas comuns incluem:

  • Estresse

  • Determinados medicamentos

  • Terapia contra o câncer (radioterapia/quimioterapia)

  • Doenças auto-imunes como Síndrome de Sjogren

  • Fumo

Doenças relacionadas