Dentes podres: sintomas e tratamento

Mulher fazendo exame no dentista

Dentes podres doem e são até constrangedores se estiverem na frente da boca. No entanto, corrigir o problema pode não ser tão difícil ou caro quanto você imagina. Se seus dentes estiverem muito cariados, marque uma consulta com seu dentista para uma avaliação adequada e uma discussão sobre suas opções. Não demore, porque as consequências podem ser muito graves.

Causas de dentes podres

"Podre" é uma outra maneira de descrever dentes que estão muito cariados. A cárie dentária costuma ser o resultado da ingestão de alimentos açucarados ou ricos em amido e da não observância de uma boa rotina de higiene bucal. Se os dentes não forem limpos regularmente, as bactérias bucais criam uma camada de placa pegajosa que se acumula e pode dissolver o esmalte dentário. Quando o esmalte se desgasta, as bactérias e a placa bacteriana atacam a dentina mais macia dentro do dente e, a seguir, a polpa no centro do dente. No estágio final da cárie dentária desenvolve-se uma infecção extremamente dolorosa na polpa que pode passar por baixo do dente e entrar na gengiva.

Sintomas de dentes podres

A  Mayo Clinic lista os sintomas de cárie dentária como dor de dente, sensibilidade dentária e dor ao morder ou comer alimentos doces, quentes ou frios. Você também pode ver buracos nos dentes, e eles podem estar manchados de branco, marrom ou preto. Quando a cárie é grave, ela pode interferir em sua vida diária. Se uma infecção tiver começado, você pode ver inchaço e pus, e a dor pode ser tão forte a ponto de interferir na sua capacidade de comer, resultando em perda de peso e deficiências nutricionais. Além disso, os dentes podres podem quebrar ou cair.

Tratamentos para dentes podres

Os dentes podres podem progredir rapidamente para uma infecção, o que pode se tornar perigoso. Se a cárie não se espalhou para a polpa do dente, o dentista pode restaurar todas as cáries. No entanto, se a polpa foi afetada, ele pode removê-la com um tratamento de canal e, em seguida, restaurar o dente com um material dentário estéril. Quando a cárie é muito grande a ponto de enfraquecer a estrutura do dente, os dentistas costumam criar uma cobertura artificial chamada de coroa, que protege o restante do dente.

Em alternativa, se um dente estiver tão cariado a ponto de não poder ser salvo e dever ser extraído, seu dentista pode substituí-lo por um dente falso chamado de implante ou por uma ponte dentária. Todo um conjunto de dentes superiores ou inferiores pode ser substituído por implantes ou dentaduras. Seu dentista pode discutir os prós e os contras de cada opção antes de você concordar com o tratamento, mas não espere muito antes de marcar uma consulta se seus dentes estiverem muito cariados. Uma infecção dentária pode progredir rapidamente para uma condição com risco de vida chamada sepse, alerta a  Sepsis Alliance. Sepse é a reação do corpo à infecção e causa fadiga e dor crônica, às vezes levando a amputações, falência de órgãos e morte.

Prevenindo dentes podres

Uma rotina diária regular de higiene bucal ajuda a prevenir o retorno da cárie dentária e pode impedir que isso aconteça em primeiro lugar! Escove os dentes pela manhã e à noite e use fio dental uma vez por dia para remover a placa. Enxágue a boca duas vezes por dia com um antisséptico bucal para matar os germes e reduzir significativamente a placa bacteriana. Visite seu dentista para realizar uma limpeza profissional e um check-up a cada seis meses a fim de eliminar quaisquer problemas pela raiz.

Dentes podres não são um problema que você possa adiar. Com o passar do tempo, a cárie piora e pode provocar uma infecção grave. Consulte um dentista se os seus dentes estiverem muito cariados e certifique-se de receber o tratamento de que necessita.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS

Por que o tabaco é uma AMEAÇA À SAÚDE ORAL?

A maior ameaça do trabalho a saúde pode ser sua associação ao câncer bucal. A American Cancer Society relata que:

  • Aproximadamente 90 por cento das pessoas com câncer bucal e na garganta utilizaram tabaco. O risco de desenvolvimento de câncer aumenta conforme as pessoas fumam ou mascam com maior frequência ou por maior tempo.

  • Fumantes possuem seis vezes mais probabilidade do que não fumantes de desenvolverem cânceres.

  • Aproximadamente 37 por cento dos pacientes que continuam a fumar após tratamento de câncer desenvolverão outros cânceres na boca, garganta ou laringe. Somente 6 por cento das pessoas que desistem de fumar irão desenvolver cânceres secundários.

  • Fumantes de tabaco foram associados a cânceres nas bochechas, gengiva e superfície interior dos lábios. O tabaco sem fumaça aumenta o risco de câncer cerca de 50 vezes.