Dentes do bebê, como reconhecê-los?

mulher com dentes perfeitos

Os primeiros dentes de leite começam a erupcionar por volta dos seis meses de idade e, lá pelos dois ou três anos, todos os 20 dentes do bebê já devem ter aparecido na boca. É aos seis anos que se espera que os seus filhos comecem a perder os seus primeiros dentes de leite e que seja possível notar os primeiros dentes permanentes erupcionando. Deixe a fada do dente de prontidão, pois esse processo de substituição dos dentes de leite pelos permanentes vai continuar até que seu filho tenha 12 ou 13 anos, desconsiderando os terceiros molares (dentes do Sisos).

À medida que o seu filho for ficando mais velho, pode ser difícil diferenciar os dentes de leite dos dentes permanentes. Ter dentes dos dois tipos ao mesmo tempo é chamado de dentição mista. O quadro ilustrativo de dentes x idade da Associação Americana Dental (conteúdo em inglês) é um bom guia para ajudar os pais a saber quando os dentes do bebê do seu filho vão aparecer, quando vão cair e quando os dentes permanentes vão vir. Esse quadro ilustrativo ajuda você a diferenciar quais dentes pertencem à primeira ou à segunda dentição.

A importância dos dentes do bebê

Os dentes do bebê ou dentes de leite, também chamados dentes decíduos, têm um papel importante em garantir que o seu filho tenha um sorriso bonito quando for adulto. Eles mantêm o espaço na boca do seu filho para que os dentes permanentes venham na posição e tempo certos. Se você notar pequenos espaços entre os dentes de leite do seu filho, não se preocupe. A conceituada Academia Americana de Pediatria explica que isso é bem normal, já que estão lá para permitir um espaço extra para os dentes permanentes.

Quando os dentes do bebê estão cariados, os dentes permanentes embaixo podem vir a se infectar ou se danificar. Se os dentes do bebê têm que ser removidos devido às lesões da cárie, outros dentes podem se mover ou bloquear a vinda dos permanentes, que podem inclusive sofrer para se alinhar corretamente.

Protegendo os dentes do bebê

De acordo com a Academia Americana de Odontologia Pediátrica (conteúdo também em inglês), desde cedo você pode realizar uma higiene bucal no seu filho para manter os seus dentes de leite saudáveis. Comece limpando as gengivas do bebê com uma compressa de gaze úmida depois de amamentar. Uma vez que os dentes aparecerem, para prevenir o surgimento de lesões de cárie nos dentes.

Evite pôr outro líquido que não água na mamadeira na hora de dormir.

Escove cuidadosamente todos os dentes do bebê pelo menos duas vezes por dia com uma escova dental pequena e macia. Leve em consideração que o seu filho pode não conseguir escovar ou passar fio dental direito até seus 7 ou 8 anos.

Os dentistas recomendam agendar a primeira visita do seu bebê antes que ele complete um ano. À medida que o seu filho for crescendo, pode ser que o dentista peça a você para tomar medidas de precaução, como tratamentos com flúor ou a aplicação de selante para os dentes. O dentista também vai ficar de olho no desenvolvimento e no surgimento dos dentes permanentes do seu filho para confirmar que tudo está indo bem.

Saber quais são os dentes de leite é tão importante quanto estar atento à vinda dos permanentes. A primeira dentição vai abrir caminho para que a segunda venha saudável. Ao começar desde cedo com a prática da higiene bucal diária, você pode manter os dentes do seu filho saudáveis e sem cárie, de modo que não se perca nenhum dente antes da hora.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Quais são as diferentes partes de um dente?

Cada dente possui diversas partes distintas; a seguir, consta uma VISÃO GERAL de cada parte:

  • Esmalte – É a parte externa e mais dura do dente, que possui o tecido mais mineralizado do corpo. Pode ser danificado pela cárie se os dentes não forem cuidados adequadamente.

  • Dentina – É a camada do dente dentro do esmalte. Se a cárie conseguir passar pelo esmalte, em seguida, ataca a dentina – onde milhões de canais conduzem diretamente a polpa dental.

  • Polpa – É o tecido macio encontrado no centro de todos os dentes, onde o tecido nerval e os vasos sanguíneos estão localizados. Se a cárie dentária atingir a polpa, isso geralmente causa dor e pode necessitar de um procedimento de canal na raiz.