Nascimento dos dentes: sintomas da dentição

Mãe e filha brincando no chão

Normalmente, o primeiro dente do bebê entrará em erupção por volta dos 6 meses de idade. Embora você não consiga prever o momento exato do surgimento grandioso do primeiro dente, há alguns sinais (um tanto desagradáveis) de que um dente está a caminho. A dentição é diferente para cada bebê, mas a maioria apresentará alguns, se não todos, dos seguintes sintomas:

Inchaço na gengiva. Quase todo bebê terá inchaço na gengiva em algum grau. Quando um novo dente começa a emergir, a área circundante fica inchada e sensível.

Baba em excesso. É incrível como um bebê tão pequeno pode produzir tanta baba! A dentição provavelmente fará com que seu filho produza grandes quantidades de saliva - até mesmo meses antes do primeiro dente.

Erupção cutânea. Uma erupção cutânea no rosto ou no queixo do bebê não é nada com que se preocupar - geralmente, é causada pelo excesso de baba (acima). Tente limpar a baba quando ela ocorrer, mas se a pele do bebê já estiver irritada, basta hidratar a área até que ela se cure.

Dor. Para alguns bebês, a dentição é uma experiência muito dolorosa, enquanto para outros, ocorre tranquilamente. A maioria dos bebês, no entanto, apresenta dor em algum grau - e expressa essa dor através do choro e da irritabilidade.

Irritabilidade. Você adivinhou - o desconforto provocado pelo nascimento dos dentes no seu bebê provavelmente fará com que ele se sinta agitado e irritado. Para alguns bebês, isso passa rapidamente; para outros, pode durar até algumas semanas.

Morder. Os bebês aprendem rápido que a pressão contrária alivia o desconforto da dentição. Quando a dentição do seu bebê iniciar, há grandes chances de ele pegar qualquer coisa que encontrar - desde mordedores até os próprios dedos - e começar a morder.

Febre baixa. O inchaço na gengiva às vezes pode provocar febre baixa, de menos de 38 °C. Trate-a como faria com qualquer outra febre baixa, e entre em contato com o pediatra se ela durar mais de três dias ou se ultrapassar os 38 °C.

Perda de apetite. A sucção gerada pela ingestão na mamadeira ou no seio pode ser desconfortável para os bebês na fase de dentição, portanto eles podem relutar em se alimentar. Mesmo os bebês que já passaram a ingerir alimentos sólidos podem começar a recusar as refeições. Ligue para o pediatra se seu filho recusar mais do que algumas refeições.

Problemas para dormir. Se seu filho ficar incomodado durante o dia, há uma boa chance de ele ficar durante a noite também. Durante o nascimento dos dentes, os bebês costumam acordar durante a noite, mesmo quando já estavam acostumados dormir a noite inteira por meses.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Principais dicas de bons cuidados bucais durante a INFÂNCIA

Veja algumas formas fáceis de cuidar dos dentes e gengiva do seu bebê:

  • Antes da erupção dos dentes, limpe a gengiva de seu bebê esfregando um pano limpo e úmido sobre as gengivas superiores e inferiores do bebê.

  • Quando seu bebê tiver dentes, inicie escovando seus dentes no mínimo duas ou três vezes por dia com uma escova de cerdas macias e água.