Erupção cutânea: sintomas e tratamento para o bebê

Mãe brincando com as filhas

Você sabia que as glândulas salivares dos bebês começam a funcionar entre os 2 e os 3 meses de idade? De acordo com o Benioff Children's Hospital, seu bebê, que costuma passar a noite sequinho e tranquilo, pode começar a ficar irritado e visivelmente babão nesse período. Acrescente a dor extra da dentição e seu bebê pode babar tanto a ponto de causar erupções cutâneas nessa fase.

A erupção cutânea durante a dentição caracteriza-se, em geral, por vermelhidão ou ressecamento da pele ao redor da boca, queixo e até mesmo das bochechas. Embora normalmente não seja algo com que se preocupar, ela pode causar algum incômodo. Entender o que está causando a erupção cutânea no bebê — e a melhor forma de lidar com ela — pode ajudá-lo a dar mais conforto e cuidado durante essa fase crucial da dentição.

Erupção cutânea durante a dentição e seus sintomas

As glândulas salivares dos bebês começam a funcionar na mesma época em que a dentição pode começar, tornando o efeito na pele sensível do bebê duas vezes maior. Entretanto, é importante observar o que realmente está causando a erupção cutânea no bebê. A erupção cutânea devido à dentição acompanha a salivação excessiva e outros sintomas da dentição, incluindo:

  • Irritabilidade
  • Comportamento de morder objetos
  • Recusar alimentos
  • Problemas para dormir ou irritabilidade durante a noite
  • Inchaço e sensibilidade da gengiva

De acordo com a Associação Americana de Odontologia, a dentição dos bebês costuma começar entre os 6 e os 12 meses de idade. Se o seu filho apresentar erupção cutânea, mas parecer não estar babando muito ou não tiver outros sintomas relacionados à dentição, fale com seu médico. Ele pode reunir todas as pistas para identificar se a erupção cutânea do bebê está diretamente relacionada à dentição ou é o resultado de outro problema de pele.

Erupção cutânea durante a dentição e tratamento

As erupções cutâneas relacionadas à dentição localizam-se na boca, queixo e bochechas e ocorrem simplesmente porque a pele do bebê fica molhada graças ao aumento da produção de saliva durante a dentição. Quando a pele sensível do bebê fica molhada e entra em contato com coisas como tecido ou comida, pode ocorrer irritação. As erupções cutâneas relacionadas à dentição geralmente são de curta duração, mas você pode ajudar a prevenir e tratar a vermelhidão e o desconforto com estas dicas:

  • Limpe a baba com um pano macio assim que você notar. Quanto mais tempo a pele do bebê permanecer molhada, maior a chance de desenvolver uma erupção cutânea na dentição.
  • Passe uma camada fina de vaselina ao redor dos lábios e no queixo do bebê. Ela produz uma barreira protetora entre a saliva e a pele.
  • Use um sabonete infantil suave no banho do bebê, pois sabonetes agressivos podem irritar ainda mais sua pele sensível.
  • Troque as roupas do bebê quando estiverem molhadas; até as blusas mais macias podem irritar a pele se estiverem úmidas.
  • Use babadores para criar outra camada entre as roupas e a saliva do bebê. Troque o babador com frequência.
  • Consulte o médico se a erupção cutânea adquirir um aspecto de rachadura ou não desaparecer com o tratamento. O caso pode ser mais grave do que uma simples erupção relacionada à dentição, e o pediatra pode prescrever pomadas para ajudar a eliminar erupções cutâneas persistentes e dolorosas.

Quando a pele do bebê for mantida seca, limpa e longe de qualquer coisa que cause atrito, você deve observar uma melhora acentuada nas erupções cutâneas relacionadas à dentição.

A dentição pode ser desagradável - para você e o seu bebê. A pele irritada e rachada pode tornar a fase da dentição ainda mais difícil do que deveria ser. Ao manter a pele do bebê limpa e seca, você terá um sintoma a menos com o qual se preocupar.

Quando o seu filho estiver pronto, cuide dos novos dentes escovando-os com um creme dental fluoretado que limpe suavemente os dentes. Isso irá garantir o cuidado dos novos dentes de seu pequeno que causaram tanto desconforto para nascer.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Principais dicas de bons cuidados bucais durante a INFÂNCIA

Veja algumas formas fáceis de cuidar dos dentes e gengiva do seu bebê:

  • Antes da erupção dos dentes, limpe a gengiva de seu bebê esfregando um pano limpo e úmido sobre as gengivas superiores e inferiores do bebê.

  • Quando seu bebê tiver dentes, inicie escovando seus dentes no mínimo duas ou três vezes por dia com uma escova de cerdas macias e água.