Dos dentes de leite aos dentes permanentes: etapas e diferenças

Crianças brincando com o carrossel

Todos nós nos lembramos da sensação de perder um dente durante a infância. Primeiro, o dente cede um pouco. Depois, fica mais mole. Mais tarde, você brinca tanto com ele em sua boca que se torna impossível ignorar. Finalmente, o dente cai (talvez com um pouco de persuasão).

Tendo perdido dente após dente - e talvez encontrando algumas moedas embaixo do travesseiro na manhã seguinte - muitos nunca deram tanta atenção às mudanças que ocorriam na boca naquele momento. Veja a seguir algumas diferenças entre os dentes de leite e os dentes permanentes.


Principais tipos de dentes

A boca de uma criança, dividida em dentes superiores e dentes inferiores, começa a se desenvolver na parte frontal de ambas as arcadas, com os incisivos centrais. Os inferiores nascem primeiro, a qualquer momento entre 6 e 10 meses de idade, enquanto os superiores irrompem entre os 8 e 12 meses. Os incisivos centrais costumam cair entre os 6 e os 7 anos, de acordo com o site Mouth Healthy da Associação Americana de Odontologia (ADA).

Adjacentes aos incisivos centrais, estão os incisivos laterais. Os laterais superiores (9 a 13 meses) surgem antes dos laterais inferiores (10 a 13 meses), e caem entre os 7 e os 8 anos de idade. Ao lado dos incisivos laterais, estão os caninos, e os superiores (16 a 22 meses) irrompem antes dos inferiores (17 a 23 meses). Esses dentes caem entre os 9 e os 12 anos de idade.

Os últimos oito dentes a nascer são os primeiros e os segundos molares - quatro de cada. Os primeiros molares superiores podem levar mais tempo para emergir (13 a 19 meses), enquanto os primeiros inferiores começam mais tarde e terminam mais cedo (14 a 18 meses). Tanto os de cima como os de baixo caem entre os 9 e os 11 anos. Os segundos molares completam o conjunto e são os últimos a nascer: em ambas as arcadas, eles irrompem por volta dos 2 anos de idade (inferiores, de 23 a 31 meses, e superiores, de 25 a 33 meses) e também são os últimos a cair, entre 10 e 12 anos.


Dentes de leite versus dentes permanentes

A boca tem ao todo 20 dentes de leite (também chamados de dentes decíduos), 10 deles no maxilar e os outros 10 na mandíbula. Por outro lado, o conjunto total de dentes permanentes é composto por 32 dentes – seis a mais em cada arcada. Os novos dentes são os primeiros e os segundos pré-molares, também chamados de primeiros e segundos bicúspides; e os terceiros molares, mais conhecidos como dentes do siso. Os primeiros e os segundos pré-molares irrompem entre os 10 e os 12 anos de idade. Já os dentes do siso nascem apenas entre os 17 e os 21 anos.


Cuidados com os dentes de leite

Apesar do fato de que os dentes decíduos vão cair um dia, não deixa de ser importante desenvolver o hábito de cuidado bucal adequado em seu bebê. Use uma escova de dentes infantil e um creme dental fluoretado.

A Academia Americana de Odontopediatria (AAPD) dá ótimas dicas adicionais sobre os cuidados bucais para bebês. Só não se esqueça de usar uma escova dental infantil na hora do banho para limpar a gengiva do seu bebê antes que os primeiros dentes apareçam. Quando os dentes nascerem, escove-os pelo menos duas vezes ao dia com uma escova dental de cerdas macias apropriada para crianças. E claro, lembre-se de levar seu filho ao odontopediatra antes do seu primeiro aniversário.




 

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Cuidar da higiene bucal pode ser divertido!

Confira as dicas, jogos e vídeos oferecidos por Colgate Tandy para manter a higiene bucal das crianças em dia.