Gengiva de bebê: 5 dicas para mantê-la saudável

bebê escovando os dentes para manter gengiva saudável

O caminho até o primeiro aniversário do seu bebê é cheio de momentos marcantes, desde a introdução de alimentos sólidos até os primeiros passos. Mas o primeiro sorriso - o marco mais digno de uma fotografia - é aquele que reflete a importância de manter uma boa saúde bucal mesmo antes dos dentes de leite nascerem. Ao dedicar um tempo para cuidar da gengiva do bebê adequadamente, você abre um precedente para a mesma saúde bucal no futuro.

Em comparação com a amamentação noturna e tarefas semelhantes durante o primeiro ano, manter a gengiva saudável é uma missão simples. Os cuidados bucais começam antes do nascimento dos dentes de leite, porque a gengiva saudável pode contribuir para um sorriso mais saudável quando a dentição ocorrer. Por isso, veja algumas dicas simples para começar bem a higiene bucal do seu bebê.

1. Mantenha a gengiva limpa

Mesmo antes do nascimento dos dentes, a gengiva ainda precisa de uma limpeza suave nessa fase. Manter a gengiva do bebê limpa afasta as bactérias e, ao mesmo tempo, ajuda a aliviar a dor causada pelo nascimento dos dentes. Molhe um pedaço de gaze limpa na água e enrole-a no dedo indicador (se o primeiro dente do bebê já começou a nascer, molhe um canto da gaze e coloque-a na geladeira para ajudar a aliviar a dor). Passe delicadamente a gaze ao longo da gengiva do seu filho pelo menos uma vez por dia. Se o bebê ainda sem dentes estiver comendo alguns alimentos sólidos, você pode repetir esse passo após cada refeição.

2. Combata a cárie de mamadeira

A cárie de mamadeira ocorre quando líquidos com açúcar permanecem na boca do bebê por um longo período de tempo. Se ele adormecer enquanto toma uma mamadeira, por exemplo, a fórmula, leite, leite materno ou suco também podem causar cáries. A hora certa para prevenir a cárie de mamadeira é desde o primeiro dia de vida do bebê e ao estabelecer a regra de que ele nunca irá para a cama com uma mamadeira, você não terá que contar com esse artifício para acalmá-lo quando os dentes começarem a nascer. Em vez disso, alimente-o quando estiver acordado e coloque-o para dormir quando já estiver satisfeito.

3. Transição para a escovação

Segundo a Nemours Foundation, quando nascem os primeiros dentes, os bebês já têm idade suficiente para usar uma quantidade de creme dental do tamanho de um grão de arroz. Certifique-se que seu pequenino não engula o creme dental. Escove os dentes do seu filho duas vezes por dia e esteja presente mesmo quando ele for uma criança pequena e quiser escovar por conta própria. Uma criança pequena não vai escovar tão bem quanto você, então é melhor ajudar até que ela consiga escovar com a técnica adequada.

4. Nada de alimentos açucarados

A boca é um lugar quente e úmido, e alimentos cheios de açúcar nestas condições são um prato cheio para as bactérias. Essas mesmas bactérias podem causar gengivite e cárie, portanto, evite alimentos doces quando possível. Seu bebê curioso provavelmente começará a aceitar alimentos sólidos por volta dos 6 meses de idade, mas alimentos sem açúcar, como cenoura cozida e purê de batata-doce, podem ajudar a satisfazer o desejo por alimentos mais doces, sem o risco adicional de doença gengival.

5. Consulte o dentista

Você deve levar seu bebê ao dentista antes do segundo aniversário, não importa quantos dentes tenham nascido. Nessa consulta, o dentista pode alertá-lo sobre quaisquer hábitos ou problemas que possam estar afetando os dentes e a gengiva do seu filho sem que você perceba. Além disso, um dentista infantil pode ajudá-lo a entender a técnica de escovação, principalmente se você continuar a ajudar sua criança independente a escovar os dentes regularmente para ter dentes e gengiva mais saudáveis.

A gengiva do bebê sofre muitas mudanças durante o primeiro ano de vida. Seu filho vai sorrir, babar e até se assustar com os efeitos da dentição, mas a gengiva saudável cria a base para uma relação duradoura com a boa saúde bucal - e um sorriso digno de fotografia para o álbum do bebê.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Cuidar da higiene bucal pode ser divertido!

Confira as dicas, jogos e vídeos oferecidos por Colgate Tandy para manter a higiene bucal das crianças em dia.