Cuidando dos dentes sensíveis após o clareamento

homem sentado no sofá tomando água

Uma das melhores opções para remoção de manchas e alteração da cor da superfície dentária é clarear os dentes. Há diversas opções e produtos usados para o branqueamento dos dentes, que pode ser feito em casa ou por um profissional no consultório odontológico. Mas muitas vezes as pessoas apresentam dentes sensíveis após o branqueamento. De fato, a Reader's Digest afirma que 78% das pessoas têm sensibilidade dentinária, também conhecida como hipersensibilidade dentinária, depois de fazer um clareamento dental externo com o tradicional peróxido de carbamida.

Clarear ou não clarear
Existem muitos tipos de produtos para branqueamento – desde géis e fitas clareadoras a cremes dentais e enxaguantes bucais branqueadores. O branqueamento dos dentes, no entanto, pode ser obtido de duas formas, de acordo com a Associação Americana de Odontologia (ADA): o uso de produtos clareadores e de produtos não clareadores. No primeiro caso, os dentes podem ser clareados com um produto que altera sua cor natural. Muitos desses produtos contêm peróxido de carbamida, um ingrediente ativo que se decompõe em peróxido de hidrogênio e ureia. Essas substâncias agem removendo tanto as manchas profundas (intrínsecas) quanto as manchas superficiais (extrínsecas) dos dentes. Por outro lado, os produtos não clareadores contêm ingredientes ou agentes que agem removendo apenas manchas superficiais. O dentista pode administrar produtos para branqueamento em seu consultório ou fornecer um produto para ser usado em casa – ou você mesmo pode comprar produtos branqueadores de venda livre de sua preferência.

Seu lado sensível
A sensibilidade pode ocorrer durante e após o uso de agentes clareadores à base de peróxido. Quando seus dentes estão sensíveis, podem apresentar maior reação a bebidas quentes e geladas, escovação dentária com muita força ou alimentos doces - na forma de dor curta e aguda. Essa sensação ocorre com frequência durante o início do tratamento clareador, quando o peróxido de hidrogênio penetra no esmalte, expondo os nervos da dentina abaixo dele.

A menos que contenha um agente clareador à base de peróxido, produtos como cremes dentais (dentifrícios) branqueadores podem causar menos sensibilidade, porque tratam apenas a superfície dos dentes. Diferentes pacientes podem obter resultados diferentes usando o mesmo produto, dependendo dos dentes de cada um deles. Em geral, os géis usados em moldeiras – assim como alguns produtos para clareamento de venda livre – apresentam maior potencial para causar sensibilidade dentinária após o branqueamento.

Variações na sensibilidade
Quanto maior a concentração do produto clareador e o tempo de contato com o produto, mais comum é a sensibilidade dentinária. A maioria dos produtos para clareamento profissional tem concentrações mais elevadas de peróxido de hidrogênio do que os produtos de venda livre. Também pode ocorrer irritação ocasional do tecido da gengiva com o uso de agentes clareadores à base de peróxido, embora às vezes essa irritação possa ser causada pelo ajuste inadequado da moldeira usada para a aplicação do agente. Outros efeitos colaterais no tecido dentário e no tecido mole (mucosa oral) podem envolver a sensibilidade da polpa, a reabsorção radicular e a liberação de componentes específicos de materiais restauradores dentários. Relatórios da ADA sobre dois estudos clínicos indicaram que as alterações excessivas ou os danos no esmalte do dente provavelmente eram causados pelo baixo pH dos produtos de branqueamento de venda livre, pelo uso excessivo desses produtos ou pela combinação de ambos.

Como encontrar alívio
A sensibilidade dos dentes e da gengiva é, em geral, temporária e desaparece quando termina o tratamento clareador. Porém, a frequência e a intensidade da sensibilidade dentária podem ser afetadas pelas técnicas usadas, pela qualidade do agente branqueador e pela resposta do paciente aos produtos e métodos de clareamento.

Há vários produtos ou técnicas usados com maior frequência para tratar a sensibilidade dentária, também conhecida como hipersensibilidade dentinária:


  • Usar um produto para branqueamento com menor concentração do ingrediente ativo.
  • Reduzir o tempo de uso da moldeira de clareamento.
  • Aumentar o intervalo entre os tratamentos clareadores individuais.
  • Evitar o procedimento de clareamento por um período mais longo.
  • Fazer um tratamento de dessensibilização ou aplicar verniz cavitário no consultório odontológico.
  • Usar um gel ou creme dental indicado para a sensibilidade dentária.
  • Escovar os dentes suavemente com uma escova dental de cerdas macias e água morna.
  • Mudar a dieta, evitando alimentos quentes ou frios por um ou dois dias depois do branqueamento.
  • Evitar o uso excessivo de tratamentos branqueadores em casa.
  • Usar produtos dessensibilizantes 10 a 30 minutos antes e depois de cada clareamento.
  • Usar agentes clareadores associados a agentes dessensibilizantes.

Consulta ao dentista
Uma atitude importante antes de fazer um clareamento dental é consultar o dentista para determinar se essa é uma opção ideal para você e para saber se existe a possibilidade de sensibilidade dentinária. O dentista pode avaliar seus dentes e fazer um teste de sensibilidade a jatos de ar e ao toque para determinar o método de tratamento clareador mais apropriado. O dentista também pode recomendar um creme dental dessensibilizante para promover alívio imediato da sensibilidade dentinária.

Sobre o autor: Yolanda Eddis, RDH, BASDH, é higienista clínica registrada pelo governo dos Estados Unidos. É membro da American Dental Education Association e do Esther Wilkins Education Program e consultora da Colgate Oral Health. Seus interesses de pesquisa incluem projetos de extensão comunitária. Atualmente, Yolanda está cursando mestrado em Ciências da Saúde com currículo generalista na Universidade Nova Southeastern, em Fort Lauderdale, Flórida.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

SENSIBILIDADE DENTAL

Definição

A sensibilidade dentária ocorre quando o esmalte protetor do dente se torna mais fino, ou mediante ocorrência de recessão da gengiva, expondo a superfície subjacente, a dentina, dessa forma, reduzindo a proteção que o esmalte e a gengiva fornece ao dente e a raiz.

Sinais e sintomas

Se a ingestão de alimentos e bebidas quentes, frios, doces ou muito ácidos ou a respiração no ar frio faz com que seus dentes fiquem sensíveis ou doloridos, você pode ter sensibilidade nos dentes. A sensibilidade dentária pode ir e vir ao longo do tempo.

A sensibilidade nos dentes está estragando o seu dia?

A sensibilidade dentária pode fazer com que comer e beber seja uma experiência dolorosa. Experimente um de o creme dental Colgate Sensitive Pró-Alívio para alívio de sensibilidade que, com uso contínuo, pode ajudar a prevenir futuras ocorrências.