Tipos de câncer da cavidade oral

homem com laringite mostra garganta

O câncer da cavidade oral é um tipo muito comum de câncer, representando quase 3% dos novos diagnósticos de câncer a cada ano nos Estados Unidos, de acordo com o National Cancer Institute. Estimava-se que até 45.000 americanos precisariam tratar esse tipo em 2015, e existem vários tipos de câncer de boca aos quais devemos estar atentos.

1. Câncer de língua

A língua é um local comum onde o câncer de boca se desenvolve, de acordo com a Oral Cancer Foundation, portanto, preste atenção nesse órgão. Alterações na aparência da língua,, como caroços ou áreas inchadas, geralmente são sinais frequentes de algum problema. Manchas espessas e brancas, bem como manchas ou lesões vermelhas na superfície da língua também podem indicar leucoplasia ― uma condição que às vezes progride para câncer ― e devem ser avaliadas pelo dentista. Felizmente, manchas cancerosas ou pré-cancerosas podem ser removidas cirurgicamente antes de se espalharem.

2. Câncer na gengiva

O câncer também pode se desenvolver na gengiva, portanto, fique atento a alterações como caroços ou áreas grossas e inchadas na margem gengival. Se o dentista observar um tecido suspeito ao examinar sua gengiva, será realizada uma biópsia para verificá-lo. Se a biópsia revelar a presença de um câncer, você será submetido a um tratamento adicional, que pode ser cirurgia ou quimioterapia. Por outro lado, se não revelar câncer, o diagnóstico poderá ser doença periodontal em algum estágio que requeira o uso de um enxaguante bucal.

3. Câncer de garganta

O câncer pode se desenvolver nos tecidos moles da garganta, como a laringe ou as pregas vocais. Pessoas com câncer de garganta podem notar alterações como nódulos ou inchaços na parte posterior da boca, mas os sinais também podem ser mais vagos, como dor de garganta, rouquidão ou dificuldade para engolir. Segundo o NIH, se esses sinais não melhorarem dentro de uma ou duas semanas, você precisa consultar o dentista. O câncer de garganta é diagnosticado por meio de exames como biópsia, radiografia ou tomografia computadorizada. Se o câncer for diagnosticado, ele pode ser removido com cirurgia ou tratado com radioterapia.

4. Câncer de mandíbula e maxila

Tumores malignos estão associados a muitas formas de câncer e, como resultado, podem se formar na mandíbula ou maxila. A Universidade da Califórnia aponta que às vezes surgem sinais como nódulos ou espessamento do tecido gengival, por isso é importante diferenciar o câncer de mandíbula ou maxila da doença periodontal. Esse câncer também pode dificultar a mastigação e a deglutição devido a dor e rigidez na mandíbula, dor de garganta ou até rouquidão moderada ― todos sinais e sintomas possíveis. Como o câncer na gengiva, você pode precisar fazer exames como tomografia computadorizada, biópsia ou ressonância magnética da cabeça para que o dentista possa verificar a infecção. Se um tumor cancerígeno for identificado, poderá ser removido cirurgicamente e você também poderá precisar de quimioterapia ou radioterapia durante esse processo.

5. Câncer de lábio

O carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelular, dois tipos de câncer de pele, podem ocorrer nos lábios ― que tecnicamente pertencem à cavidade oral. Os lábios são expostos a muita luz solar durante o dia e muitas vezes não são protegidos por filtro solar, conforme recomenda a Skin Cancer Foundation. Os sinais e sintomas de câncer de lábio podem ser feridas nos lábios que não cicatrizam, inchaço ou dor geral nos lábios. Se você for diagnosticado com câncer de lábio, poderá precisar fazer uma cirurgia micrográfica de Mohs, um tratamento eficaz para o câncer de pele para remoção de carcinomas basocelulares e espinocelulares com o uso de um microscópio, com uma alta taxa de cura.

É importante monitorar a boca quanto a alterações e consultar o dentista regularmente para fazer exames para detecção de câncer de boca. Dessa forma, se houver algum sinal de câncer de cavidade oral, você poderá iniciar o tratamento imediatamente.

Saiba mais sobre os sinais de câncer de boca nos recursos do Centro de Cuidado Bucal da Colgate.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS

Efeitos do CÂNCER  na saúde bucal

Os tratamentos contra o câncer, como a quimioterapia e a radioterapia também podem afetar a saúde dental do paciente. Sintomas comuns incluem boca seca; dificuldade em mastigar, deglutir, degustar ou falar; cárie dentária; sensação de queimação na boca ou garganta; feridas na boca e infecções da boca.