Posterior Tongue Tie: Complications and Treatment Options

Quando dizemos que alguém tem a língua solta, em geral significa que essa pessoa é extrovertida ou fala demais. Mas ter a língua presa não significa o contrário. Quando se fala que um bebê tem a língua presa, significa algo diferente — quer dizer que a amplitude de movimento da sua língua é limitada.

Existem diferentes tipos de língua presa, de acordo com a localização do tecido que restringe o movimento. O frênulo anteriorizado é mais comum, mas também é possível que um bebê apresente frênulo posterior.

O que é frênulo posterior?

O tipo de língua presa que um bebê pode apresentar é definido de acordo o local ou a forma como a língua está fixada ao assoalho da boca pelo frênulo (ou freio) lingual. O frênulo posterior pode ser difícil de ser identificado e às vezes é diagnosticado de forma inadequada, explica a Breastfeeding USA. Quando o frênulo lingual é posterior, está localizado abaixo do tecido mucoso. Na verdade, não é possível enxergá-lo, então você ou o pediatra deve examinar a boca do bebê por meio de toque para identificá-lo. Comparativamente, o frênulo anteriorizado é fácil de ser identificado. Ele está localizado geralmente em algum ponto entre a ponta e a base da língua.

O frênulo posterior é menos comum do que o anteriorizado. Em um estudo publicado na revista científica International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology, 290 dos 618 pacientes tinham frênulo anteriorizado, enquanto 120 tinham frênulo posterior.

Complicações da língua presa

Um dos principais problemas que os bebês com língua presa enfrentam é a dificuldade para mamar ou se alimentar. Conforme descrito pela Mayo Clinic, bebês com capacidade limitada de movimentar a língua podem não conseguir posicioná-la adequadamente ao mamar. Em vez de sugar, o bebê pode morder o mamilo, fazendo com que ele não consiga obter o alimento de que precisa. A compressão do mamilo também pode causar muita dor à mãe.

Sem tratamento, a língua presa pode provocar problemas posteriormente. A limitação do movimento da língua pode levar a dificuldades de fala. Crianças e adultos com a língua presa têm dificuldade para pronunciar o "t," o "l," o "r" e outras consoantes. A língua presa também pode aumentar o risco de uma pessoa ter cárie e outros problemas de higiene bucal. Quando os primeiros dentes do seu filho começarem a nascer, ajude a mantê-los saudáveis desenvolvendo bons hábitos de higiene bucal logo cedo, como escová-los com uma escova de dente para bebês, com cerdas extramacias para uma limpeza suave, porém eficaz.

Tratamento para frênulo posterior

O tratamento para frênulo posterior varia de uma abordagem "esperar para ver" até a correção cirúrgica imediata. É possível que a língua presa se solte e relaxe com o tempo. Mas alguns médicos preferem prevenir qualquer possível dificuldade na amamentação ou fala tratando o problema antes que o bebê vá para casa pela primeira vez.

Um dos tratamentos cirúrgicos mais comuns é um procedimento chamado frenotomia. Um estudo publicado na revista International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology constatou que 85% dos pacientes que foram submetidos a esse procedimento demonstraram melhora imediata na capacidade de mamar. Durante a frenotomia, o médico corta o frênulo, a faixa de tecido que une a língua ao assoalho da boca. Em geral, a frenotomia é um procedimento tão rápido e fácil que não requer anestesia.

Se o seu bebê está tendo problemas para mamar ou seu filho mais velho está desenvolvendo dificuldades de fala, é uma boa ideia marcar uma consulta com o pediatra para confirmar ou descartar o frênulo posterior. Como o frênulo posterior pode ser difícil de detectar, obter a opinião de um profissional médico pode ajudá-lo a definir as ações a serem tomadas.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Principais dicas de bons cuidados bucais durante a INFÂNCIA

Veja algumas formas fáceis de cuidar dos dentes e gengiva do seu bebê:

  • Antes da erupção dos dentes, limpe a gengiva de seu bebê esfregando um pano limpo e úmido sobre as gengivas superiores e inferiores do bebê.

  • Quando seu bebê tiver dentes, inicie escovando seus dentes no mínimo duas ou três vezes por dia com uma escova de cerdas macias e água.