Preferência Elevada Por Doces Ligada Ao Crescimento Físico

O desejo elevado das crianças por alimentos doces tem uma base biológica relacionada à taxa de crescimento físico, dizem pesquisadores no periódico Physiology & Behavior.

Em todas as culturas, as crianças preferem níveis mais altos de doces em seus alimentos do que os adultos, um padrão que diminui durante a adolescência. Para explorar o fundamento biológico dessa mudança, pesquisadores analisaram a preferência por doces e as medidas biológicas de crescimento e a maturação física de 143 crianças com idades entre 11 e 15 anos.

Com base nos resultados de testes de paladar, os pesquisadores separaram as crianças segundo a preferência pelo paladar doce em grupos de alta preferência e baixa preferência. Crianças no grupo de baixa preferência também apresentaram níveis mais baixos de um biomarcador associado com o crescimento ósseo em crianças e adolescentes.

Os pesquisadores observaram que outros fatores biológicos associados com a adolescência, como a puberdade ou níveis hormonais, não estavam associados com a preferência por doces.

“Nossos achados mostram-nos a primeira ligação entre preferência por doces e necessidade biológica”, diz a co-autora do estudo Danielle R. Reed, PhD, geneticista no Monell Chemical Senses Center. “Quando os marcadores de crescimento ósseo diminuem com o aumento da idade da criança, o mesmo acontece com a preferência por soluções altamente doces”.

A American Dental Association recomenda uma dieta balanceada que compreenda uma variedade de alimentos para ajudar a manter uma saúde bucal ótima. Escolha alimentos de cada um dos cincos principais grupos (pães, cereais e outros grãos; frutas; vegetais; carne, aves e peixes; leite, queijo e iogurte) e limite o número de lanches entre as refeições. Para um lanche nutritivo, escolha alimentos como queijo, vegetais crus, iogurte natural ou uma porção de fruta.

© 2018 Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Cuidar da higiene bucal pode ser divertido!

Confira as dicas, jogos e vídeos oferecidos por Colgate Tandy para manter a higiene bucal das crianças em dia.