Por que o dentista pode recomendar o desbridamento?

Pessoas sorrindo na bela tarde

Nosso organismo produz naturalmente placa bacteriana, uma substância macia e pegajosa que se forma sobre os dentes. Quando a placa não é removida ou se acumula nos dentes, transforma-se em tártaro, que é duro e mais difícil de remover. Geralmente, a placa e o tártaro são tratados durante as consultas anuais, deixando os dentes completamente limpos. Infelizmente, se você não comparecer às consultas regulares, o acúmulo de placa pode se tornar tão intenso e persistente que o dentista deve usar uma técnica chamada desbridamento antes de iniciar a avaliação de rotina. Se o dentista sugerir esse procedimento, não se preocupe. Ele é necessário para sua saúde bucal e pode ajudar a colocar você de volta no caminho dos hábitos dentários saudáveis. Saiba mais sobre o que significa desbridamento e por que o dentista utiliza essa técnica para preparar seus dentes para a consulta.


O que é e para que serve o desbridamento?

Imagine um arqueólogo descobrindo um artefato. Antes que ele possa examinar a peça, todas as fissuras precisam ser cuidadosamente limpas para garantir a inspeção completa. Um arqueólogo precisa fazer mais do que simplesmente remover anos de sedimentos e, em vez disso, deve usar ferramentas especiais para revelar suavemente sua descoberta. O desbridamento é feito da mesma forma pelo dentista. Normalmente, uma simples limpeza feita por um higienista dental é suficiente para preparar os dentes para um exame de rotina. Mas se seus dentes foram negligenciados e o acúmulo tiver obstruído a visibilidade, o higienista removerá o tártaro e a placa com um aparelho ultrassônico e instrumentos de raspagem em uma consulta mais longa para limpar os dentes antes do exame. Esse processo normalmente não está incluso no preço da consulta e, por ser mais demorado, pode ser necessário que você agende uma consulta especial antes da avaliação de rotina.


O processo

A Associação Americana de Odontologia define desbridamento como "Remoção de placa e cálculo subgengival e/ou supragengival que impede a realização de uma avaliação".Não é uma definição simples, mas basicamente significa que o procedimento ocorre antes da avaliação regular, quando uma limpeza convencional não é suficiente para avaliar a saúde dos dentes. A placa supragengival é a placa acima da gengiva, enquanto a placa subgengival é a placa mais difícil de alcançar, abaixo da superfície da gengiva. De acordo com a RDH, a revista da Associação Americana de Higienistas Dentais, a placa supragengival pode ser removida usando os instrumentos odontológicos com os quais você está familiarizado - raspadores - e a placa mais dura pode exigir o uso de outros instrumentos. Os dois tipos de placa exigem mais tempo do que levaria uma limpeza regular, mas o desbridamento intensivo geralmente requer o uso de um instrumento eletrônico especial que usa vibrações ultrassônicas para romper o cálculo e remover a placa e os restos de comida para que possam ser eliminados. O higienista dental usará o dispositivo ultrassônico primeiro para remover o tártaro calcificado (cálculo) e a placa que está aderida a ele e, em seguida, continuará com a raspagem dos dentes e superfícies radiculares, para que a consulta para limpeza profunda seja ideal para o paciente.

Quando feito corretamente, o processo permite que o dentista tenha uma visão mais completa dos dentes, sem que a placa densa e o tártaro atrapalhem o exame. O dentista examinará se há cárie e o higienista poderá observar a margem gengival para verificar se o osso do paciente está saudável e se não há doença periodontal.


Pós-procedimento

Embora possa demorar mais do que uma limpeza convencional, o desbridamento provavelmente causará apenas um pouco de sensibilidade na gengiva. Se estiver inseguro, pergunte ao dentista sobre o tratamento da dor durante o procedimento. Depois de concluído, sua avaliação pode continuar como de costume, mas você deve tomar cuidado especial para impedir um novo acúmulo de placa densa nos dentes. O Instituto Nacional de Pesquisa Dental e Craniofacial dos Estados Unidos alerta que alguns indivíduos são mais propensos à placa, tártaro e doença gengival do que outros, por isso é ainda mais importante ter bons hábitos de higiene bucal se você for suscetível ao acúmulo de cálculo.

Para evitar o desenvolvimento de tártaro novamente, tenha bons hábitos de higiene bucal. Escove os dentes duas vezes ao dia com uma escova dental para remover bactérias dos dentes, da língua, das bochechas e da margem gengival. A remoção da placa entre os dentes com o uso diário do fio dental também pode impedir o acúmulo em áreas de difícil alcance e diminuir a ocorrência de cárie.

Felizmente, quando seus dentes estiverem devidamente limpos, você pode fazer a sua parte para mantê-los assim. Se você não deixar de ir a todas as consultas de rotina, pode se livrar do excesso de placa e tártaro para que o dentista e o higienista dental continuem a prestar todo o cuidado para que seu sorriso se mantenha bonito e branco.

 

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

A placa bacteriana é um conjunto de bactérias que se desenvolvem em seus dentes.

Quando a placa não é removida por meio da escovação e fio dental, ela se transforma em tártaro que possui uma superfície áspera e retentiva incentivando a formação de mais placa. Experimente um dos cremes dentais da Colgate com agentes antibacterianos.