Doença periodontal

Pai, mãe e filha escovando os dentes

As duas principais formas de doença periodontal são gengivite e periodontite. A gengivite, quando não tratada adequadamente, pode evoluir em alguns indivíduos para periodontite mais avançada e destrutiva, causando perda da gengiva e do osso alveolar. Ambas as formas de doença periodontal exigem cuidado imediato.

Inflamação

Os avanços científicos melhoraram a compreensão da inter-relação entre a saúde bucal, a saúde sistêmica e as doenças. A inflamação crônica em determinada parte do corpo pode causar doenças em outras partes. Por exemplo, a inflamação crônica da glândula prostática aumenta o risco de doenças cardiovasculares nos homens. O mesmo se aplica à inflamação da gengiva devido à gengivite e à periodontite; ela pode trazer riscos de complicações cardiovasculares para o paciente. 

Avaliação de riscos 

Os médicos utilizam a avaliação de riscos para desenvolver estratégias de prevenção para seus pacientes. Um bom exemplo são os pacientes obesos, que correm um risco maior de desenvolver diabetes ou doenças cardíacas: o plano de prevenção consiste na perda de peso e medicamentos para a redução do colesterol. Da mesma forma, a avaliação de riscos é necessária para melhorar a saúde bucal e, especialmente, para reduzir a inflamação.

Identificação dos fatores de risco

De acordo com a Academia Americana de Periodontologia, os fatores de risco de doença periodontal são inúmeros. A idade é um deles; pacientes mais velhos necessitam de avaliação para doenças e inflamações crônicas. O sexo também exerce alguma influência; os homens correm maior risco de periodontite avançada do que as mulheres. A predisposição genética também é um fator de risco importante; não há um teste genético definitivo disponível, mas uma história familiar de problemas periodontais e perda de dentes é uma indicação de que o indivíduo pode estar em risco. Outros fatores de risco são tabagismo, diabetes, obesidade, higiene bucal inadequada e episódio anterior de doença periodontal.

Prevenção

Métodos de prevenção muito simples podem ser aplicados. O paciente precisa melhorar sua higiene bucal. O objetivo geral é reduzir a inflamação da gengiva. O dentista pode prescrever um creme dental com propriedades anti-inflamatórias. A próxima e, provavelmente, mais importante parte da prevenção são as limpezas e exames regulares no consultório odontológico. O atendimento odontológico a cada seis meses é muito eficaz no controle da inflamação crônica de doenças periodontais. Se o exame revelar periodontite avançada ou dificuldade para curar a inflamação da gengiva, o paciente deve ser encaminhado para o periodontista. 

Saúde bucal e sistêmica 

O paciente deve ser alertado quanto à relação entre as doenças periodontais e o maior risco de outros problemas de saúde. As pacientes grávidas devem ser informadas de que a doença periodontal não controlada pode complicar a gravidez. Outras doenças que podem ser causadas ou exacerbadas pela doença periodontal não tratada são doenças cardíacas, AVC, câncer, doença pulmonar e artrite reumatoide. 

Resumo 

Se não forem prevenidas ou tratadas, as doenças periodontais podem aumentar o risco de complicações de outras doenças crônicas. A avaliação de risco para doenças periodontais e outras doenças deve fazer parte de qualquer exame dentário.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS

Formas de prevenção para GENGIVITE:

  • Escovar os dentes e passar o fio dental de forma adequada

  • Utilização de cremes dentais e enxaguante bucal com agentes antimicrobianos para eliminação de bactérias

  • Visitas regulares ao dentista para limpezas e exames

A forma simples de ajudar a prevenir a doença periodontal

A doença periodontal é causada quando a placa não é removida na escovação ou no uso do fio dental diariamente. Experimente uma de nossos cremes dentais feitao para reduzir novo crescimento de placa e ajudar a prevenir a ocorrência de doença periodontal.