Cárie no Dente (Cavidades)

amigos tomando sorvete

(revisado pela Faculdade de Odontologia da Universidade de Columbia)

O que é?

A Cárie dentária é uma das doenças mais prevalentes no mundo. É causada por tipos específicos de bactéria, que produzem ácidos que corroem (desmineralizam) o esmalte do dente e, em casos mais avançados, a camada debaixo dele, também conhecida como dentina.

É comum que muitos tipos de bactéria vivam na boca humana. Elas se acumulam nos dentes em um filme pegajoso chamado placa bacteriana. Essa placa bacteriana também contém saliva, restos de alimentos e outras substâncias naturais. Forma-se mais facilmente nos seguintes lugares:

  • fóssulas e fissuras

  • Entre os dentes

  • Ao redor de restaurações ou próteses dentárias

  • Perto da linha da gengiva

A bactéria transforma em ácido o açúcar e os carboidratos dos alimentos que ingerimos. Os ácidos desmineralizam o esmalte que cobre a coroa do dente (a parte do dente que é visível).

Elas são tão pequenas que quase não se pode vê-las a princípio, mas com o tempo elas acabam aumentando.

Se a desmineralização for parada, as bactérias vão continuar crescendo e produzindo ácido, que pode vir a alcançar a camada mais interna do dente, onde se encontram a polpa dentária mole e as fibras nervosas.

As raízes do dente expostas a retração gengival o cuidado deve ser maior, já que a superfície pode desmineralizar-se mais rapidamente.

Sintomas
A cárie precoce pode não apresentar nenhum sintoma. Depois, quando a desmineralizaçãodesmineraliza o esmalte, os dentes podem ficar sensíveis a bebidas e alimentos doces, quentes ou frios.

Diagnóstico

Muitos dentistas poderão solicitar radiografias dos seus dentes com certa periodicidade, sobretudo se houver suspeita de algum problema. As radiografias podem revelar pequenas cavidades ou em processo de formação, especialmente entre os dentes. Também revelam as cavidades maiores, inclusive se a cavidade já alcançou a polpa e se o dente requer tratamento de canal.

Alguns dentistas usam ainda aparelhos de alta tecnologia como lasers para detectar as cavidades. Esses aparelhos podem, sob inúmeras condições, detectar a deterioração do dente em estágio inicial, quando ainda é possível reverter o processo de deterioração.

Tempo estimado
Uma cárie detectada em fase inicial pode ser revertida. Lesões de manchas brancas podem indicar uma cárie em fase inicial que ainda não tenha cavitado o esmalte. Uma cárie em fase inicial pode ser revertida por um dentista.

Cárie que tenha destruído o esmalte não pode ser revertida. A maioria das lesões de cárie continua a piorar e a se aprofundar. Com o tempo, o dente pode se decompor até a raiz. Quanto tempo isso pode levar vai variar de pessoa para pessoa. A cárie pode cavitar no dente até causar dor, e isso em questão de meses ou anos.

Prevenção
Um jeito de prevenir as cavidades é reduzindo a quantidade de placa e bactérias na sua boca. A melhor maneira de fazer isso é escovando os dentes e passando fio dental diariamente. Você também pode usar um enxágue antibacteriano para reduzir o nível das bactérias que causam as cavidades. Outros enxágues neutralizam o ácido na sua boca com o objetivo de deixar o ambiente menos propício para o crescimento dessas bactérias.

Chicletes que contenham xilitol auxiliam na diminuição do crescimento bacterial. Ao contrário do açúcar, o xilitol não é uma fonte de alimento para as bactérias. Outros produtos também podem reduzir o nível de acidez na sua boca. Consulte o seu dentista para saber mais sobre eles.

Outro jeito de reduzir o risco de lesões de cárie é por meio do uso do flúor, que fortalece os dentes. Um dentista pode avaliar o risco de cárie em você e sugerir um tratamento adequado com flúor. Flúor na água fortalece os dentes tanto desde dentro, enquanto estão se desenvolvendo, quanto desde fora. Dentistas também podem indicar o uso de selantes nos primeiros dentinhos das crianças (conhecidos como dentes decíduos) para protegê-los do acúmulo de alimentos nas fósuslas dos dentes.

Tratamento
A cárie é um processo. Nas suas fases iniciais, ela pode ser interrompida. Inclusive pode ser revertida. Flúor e outros métodos preventivos ajudam um dente em fase inicial de cárie a se recuperar sozinho (remineralizar-se).

Uma vez que a cárie piora e há cavitação no esmalte, somente o dentista pode restaurar o dente. Nesse caso, o tratamento-padrão para a cárie é restaurar o dente. Se for necessário a utilização de uma broca, o dentista vai anestesiar a área. Se demandar uso de um laser, a anestesia geralmente não será necessária. A estrutura dental afetada é removido e a cavidade é preenchida.

Muitas restaurações são feitas com resina composta. A resina composta oferece uma aboa estética porque é da coloração do dente. As resinas mais recentes possuem grande durabilidade.

Se a lesão for extensa, o dente remanescente pode não estar apto a suportar tanto material restaurador para repará-lo. Nesse caso, o dentista deverá remover a estrutura afetada e cobrir o dente com um inlay, um onlay (tipos de prótese) ou uma coroa de cerâmica. Eles podem ser feitos tanto no consultório quanto em um laboratório.

Algumas vezes, as bactérias podem infetar a polpa internamente mesmo se a parte visível do dente permanecer relativamente intacta. Nesse caso específico, o dente em questão precisará de um tratamento de canal. Um dentista ou um endodontista deve remover a polpa e substituí-la por um material inerte. Na maioria dos casos, o dente vai precisar de uma coroa.

Quando Procurar um Profissional

Em geral, os estágios iniciais da cárie são indolores. Somente exames dentários regulares e raio X (ou outros aparelhos detectores de cárie) podem revelar um problema em fase inicial. Se os seus dentes ficarem sensíveis à mastigação ou a bebidas e alimentos quentes, frios ou doces, recomenda-se que você entre em contato com o seu dentista.

 

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Cuidar de seus dentes ajuda a prevenir a cárie

As bactérias que vivem dentro da sua boca podem inclusive causar cárie, caso você não pratique bons hábitos de saúde bucal . Use uma de nossos cremes dentais com flúor para prevenir a cárie.