Piercing De Língua E Falhas Dentais

Pais e adolescentes fiquem atentos: pesquisadores descobriram que pessoas que usam piercing de língua com botões metálicos podem não apenas estar colocando a saúde bucal em risco, como também podem desenvolver problemas ortodônticos.

Um estudo da Faculdade de Odontologia da Universidade de Buffalo, Nova York, acompanhou uma mulher de 26 anos que havia desenvolvido um diastema (espaçamento entre os dentes) durante um período de sete anos porque o botão do seu piercing de língua estava forçando-se para cima e contra os dentes anteriores. Fotos que ela forneceu mostraram que, antes de colocar o piercing na língua, não havia este espaço entre os dentes.

A única solução para o problema seria o uso prolongado de um aparelho ortodôntico fixo. “É um princípio básico da ortodontia que a força, ao longo do tempo, movimenta os dentes”, diz o pesquisador Dr. Sawsan Tabbaa, professor assistente da Faculdade de Odontologia da UB. Dr. Tabbaa diz que um estudo anterior da Faculdade de Odontologia da UB com alunos de ensino médio mostrou que um barbell de língua (tipo de piercing) poderia levar a sérios danos quando os pacientes empurravam o botão metálico contra os dentes superiores anteriores, um hábito comumente referido entre os alunos como “brincar”.

“Isso acontece numa porcentagem muito alta dos casos”, diz Dr. Tabbaa. “O barbell nunca é removido porque a língua é tão vascularizada que a remoção da peça pode resultar em cicatrização da abertura na língua, portanto faz sentido que a força constante do barbilhão contra os dentes – todos os dias, sem folga – irá movê-los ou afastá-los”.

Outros riscos dos piercings de língua incluem dor, inchaço, infecção, aumento do fluxo salivar, lesão ou recessão gengival, dentes e restaurações lascadas ou danificadas, dificuldade em falar ou mastigar, hemorragias e até mesmo abscesso cerebral. Pessoas que usam botões linguais também correm o risco de engolir ou aspirar a jóia. Ornamentos bucais podem também comprometer a qualidade de radiografias e o metal pode causar sensibilidade pulpar.

© 2018 Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Por que o tabaco é uma AMEAÇA À SAÚDE ORAL?

A maior ameaça do trabalho a saúde pode ser sua associação ao câncer bucal. A American Cancer Society relata que:

  • Aproximadamente 90 por cento das pessoas com câncer bucal e na garganta utilizaram tabaco. O risco de desenvolvimento de câncer aumenta conforme as pessoas fumam ou mascam com maior frequência ou por maior tempo.

  • Fumantes possuem seis vezes mais probabilidade do que não fumantes de desenvolverem cânceres.

  • Aproximadamente 37 por cento dos pacientes que continuam a fumar após tratamento de câncer desenvolverão outros cânceres na boca, garganta ou laringe. Somente 6 por cento das pessoas que desistem de fumar irão desenvolver cânceres secundários.

  • Fumantes de tabaco foram associados a cânceres nas bochechas, gengiva e superfície interior dos lábios. O tabaco sem fumaça aumenta o risco de câncer cerca de 50 vezes.