O que são os dentes decíduos?

A mãe abre a boca do bebê para examinar os primeiros dentes.

O nascimento do primeiro dente de um bebê é um momento especial. As crianças desenvolvem, ao todo, 20 dentes de leite que, na idade adulta, serão substituídos por 32 dentes permanentes. Mas por que precisamos de dois conjuntos de dentes?

Sequência de erupção

Os dentes geralmente começam a nascer na boca de uma criança em uma determinada sequência, que você pode acompanhar em um quadro cronológico da erupção como este da Associação Americana de Odontologia (ADA). A maioria dos bebês nasce sem dentes, mas as coroas totalmente formadas estão dentro da gengiva, prontas para surgir. Por volta dos 6 meses de idade, o primeiro dente irrompe na gengiva. Os incisivos centrais inferiores e os incisivos centrais superiores geralmente nascem primeiro, de acordo com a ADA, e são seguidos pelos incisivos laterais (os dentes logo ao lado dos dentes frontais superiores e inferiores). Os primeiros molares frequentemente entram em erupção a seguir, e depois os caninos. Os últimos dentes a nascer são os segundos molares. Aos 3 anos, a maioria das crianças tem todos os dentes de leite.

Quais são as diferenças entre os dentes decíduos e os dentes permanentes?

Os primeiros dentes são chamados de dentes decíduos, também conhecidos como dentes de leite. São visivelmente menores e mais brancos do que os dentes permanentes. Comparados aos dentes permanentes, as raízes do primeiro conjunto de dentes são mais curtas e finas, para que esses dentes possam caiam. A coloração mais branca dos dentes decíduos é porque seu esmalte é mais fino do que o dos dentes permanentes, o que faz com que os dentes permanentes pareçam mais amarelos. Além disso, os dentes incisivos de leite não apresentam aquelas saliências na borda, chamadas de mamelões, que os dentes permanentes costumam ter quando nascem.

Qual é a importância dos dentes de leite?

Embora os dentes decíduos caiam, a presença temporária deles tem um efeito duradouro. O primeiro conjunto de dentes ajuda as crianças a falar corretamente e a mastigar a comida. Outra função importante dos dentes de leite é manter a posição em que os dentes permanentes se moverão quando entrarem em erupção. De acordo com o Children's Museum of Indiapolis, perder um dente decíduo antes que ele esteja pronto para cair pode causar problemas nos dentes permanentes. A perda de um dente decíduo significa redução do espaço disponível para os dentes permanentes, resultando em apinhamento.

Cuidados com os dentes dos bebês e das crianças

Bebês e crianças pequenas não conseguem cuidar sozinhas dos dentes, então cabe aos pais ajudá-los. A ADA aconselha os pais a começarem os cuidados bucais dos bebês antes mesmo que o primeiro dente apareça, limpando a gengiva deles com uma gaze ou um pano limpo e úmido após cada refeição. Os pais devem escovar os primeiros dentes dos bebês com água e supervisionar as crianças pequenas quando estiverem escovando os dentes. Não dê ao bebê chupetas que foram mergulhadas em uma substância doce nem permita que ele durma enquanto toma uma mamadeira com leite, fórmula, suco ou líquido adoçado.

O primeiro conjunto de dentes de uma criança é uma grande oportunidade de aprendizado sobre bons hábitos de higiene bucal. Quando os dentes decíduos são saudáveis, preparam o caminho para dentes permanentes igualmente saudáveis. Ensine seus filhos a cuidar dos dentes e eles poderão colher os benefícios dessa atitude pelo resto da vida.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Quais são as diferentes partes de um dente?

Cada dente possui diversas partes distintas; a seguir, consta uma VISÃO GERAL de cada parte:

  • Esmalte – É a parte externa e mais dura do dente, que possui o tecido mais mineralizado do corpo. Pode ser danificado pela cárie se os dentes não forem cuidados adequadamente.

  • Dentina – É a camada do dente dentro do esmalte. Se a cárie conseguir passar pelo esmalte, em seguida, ataca a dentina – onde milhões de canais conduzem diretamente a polpa dental.

  • Polpa – É o tecido macio encontrado no centro de todos os dentes, onde o tecido nerval e os vasos sanguíneos estão localizados. Se a cárie dentária atingir a polpa, isso geralmente causa dor e pode necessitar de um procedimento de canal na raiz.