Opções de tratamento para trespasse horizontal

Rapaz no dentista, corrigindo dentes da frente

Se os incisivos centrais superiores ultrapassam visivelmente os inferiores, isso que é conhecido como trespasse horizontal. Você pode se preocupar com sua aparência, principalmente se tiverem descrito seus dentes da frente de forma indesejada, como "dentes de coelho".Se seu filho tiver esse problema, você pode pensar em procurar tratamento para evitar o estigma social no futuro.

Embora essa característica não seja necessariamente um problema de saúde e muitas pessoas não sintam necessidade de corrigi-la, existem várias opções de tratamento disponíveis. Veja a seguir o que pode causar esse problema e o que o dentista ou ortodontista pode sugerir para tratá-lo.

Entenda as causas

Embora o trespasse horizontal às vezes seja confundido com a sobremordida, a Associação Americana de Ortodontistas (AAO) explica que a principal diferença é que, no primeiro, os dentes superiores se projetam sobre os inferiores, enquanto a sobremordida é o resultado de uma sobreposição vertical acentuada dos dentes superiores em relação aos inferiores. Os incisivos superiores, em alguma medida, são mais protusos que os dentes inferiores, mas quando a protrusão é excessiva, o dentista pode recomendar tratamento.

O alinhamento anormal dos dentes superiores e inferiores, chamado de má oclusão, ocorre quando a maxila e a mandíbula se desenvolvem de maneira diferente. No caso do trespasse horizontal, a mandíbula geralmente é subdesenvolvida e menor que a maxila, de acordo com uma revisão publicada na revista Journal of Pediatric Genetics. A genética, assim como o comprimento dos ossos e a força dos músculos, pode afetar o desenvolvimento da mordida, de acordo com essa revisão. Além disso, chupar o dedo ou polegar de forma intensa e prolongada após os 5 anos de idade pode aumentar as chances de desalinhamento da mordida de uma criança, destaca o Stanford Children's Health.

Quando procurar tratamento?

Antes de recomendar o tratamento, o dentista vai medir a protrusão dos dentes. A Sociedade Britânica de Ortodontia (BOS) recomenda que o trespasse horizontal acima de 6 milímetros deve ser definitivamente tratado, mas qualquer caso maior que 3,5 milímetros pode ser considerado para tratamento. A AAO propõe que todos os casos que excedam 9 milímetros exijam atenção médica.

Se você ou seu filho tiver os dentes da frente excessivamente salientes, o tratamento provavelmente incluirá aparelho ortodôntico para alinhamento da mordida, explica um estudo da revista Dental Press Journal of Orthodontics. O aparelho ortodôntico não só corrige a mordida, mas também pode ajudar a melhorar a aparência do perfil facial do paciente.

De acordo com o estudo da Dental Press Journal of Orthodontics, o ortodontista pode recomendar um plano de tratamento realizado em uma ou duas fases. A opção de tratamento em duas fases começa quando a criança tem uma mistura de dentes decíduos e permanentes e sua estrutura facial ainda está em desenvolvimento. O plano de tratamento em uma única fase ignora a primeira e envolve apenas o uso de aparelho nos dentes permanentes.

Um estudo publicado no Cochrane Database of Systematic Reviews concluiu que tratar os pacientes com trespasse horizontal entre os 7 e os 11 anos de idade pode ajudar a prevenir danos aos dentes da frente. No entanto, os procedimentos para adolescentes também podem ser eficazes na correção do problema. Seja qual for o plano de tratamento, ele será adaptado ao paciente com o objetivo de reduzir qualquer estigma social e possíveis problemas no futuro.

Tipos de aparelho ortodôntico para tratamento

Para corrigir um problema de mordida em que os dentes superiores se projetam sobre os inferiores, o ortodontista pode usar dispositivos chamados aparelhos funcionais, de acordo com a BOS. Esse é um tipo especial de aparelho desenvolvido para adolescentes que ainda estão em fase de crescimento e pode ser fixo ou removível, dependendo da necessidade do paciente. O aparelho age para movimentar os dentes superiores para trás e os inferiores para frente.

O tempo de uso desses dispositivos pode variar bastante, dependendo do caso, embora a BOS observe que o tratamento com aparelho funcional geralmente é concluído em um ano, em média. Durante esse período, o aparelho será usado quase em tempo integral e o paciente terá consultas regulares com o ortodontista para avaliar o progresso.

Quando o aparelho funcional concluir seu trabalho, o ortodontista poderá colocar o aparelho tradicional para alinhar os dentes. Se, no entanto, o aparelho funcional não corrigir o problema, o ortodontista pode recomendar um dispositivo de tração, extrações ou cirurgia dos maxilares ― embora a cirurgia seja geralmente recomendada para pacientes com mais de 17 anos, relata a BOS.

É melhor consultar um ortodontista o mais cedo possível para determinar a melhor estratégia de tratamento. Antes de iniciar qualquer tratamento, verifique se o seu seguro de saúde ou odontológico cobrirá os procedimentos necessários para você ou seu filho.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Quais são as diferentes partes de um dente?

Cada dente possui diversas partes distintas; a seguir, consta uma VISÃO GERAL de cada parte:

  • Esmalte – É a parte externa e mais dura do dente, que possui o tecido mais mineralizado do corpo. Pode ser danificado pela cárie se os dentes não forem cuidados adequadamente.

  • Dentina – É a camada do dente dentro do esmalte. Se a cárie conseguir passar pelo esmalte, em seguida, ataca a dentina – onde milhões de canais conduzem diretamente a polpa dental.

  • Polpa – É o tecido macio encontrado no centro de todos os dentes, onde o tecido nerval e os vasos sanguíneos estão localizados. Se a cárie dentária atingir a polpa, isso geralmente causa dor e pode necessitar de um procedimento de canal na raiz.