Tecido de granulação e cicatrização de feridas na boca

Mãe sorrindo enquanto ensina filho a andar em bicicleta

Feridas podem surgir dentro da boca por várias razões, incluindo acidentes e procedimentos cirúrgicos. Não importa a causa da ferida, o organismo começará a cicatrizá-la. O tecido da granulação, que se forma na ferida, desempenha um papel importante no processo de cicatrização.

Processo de cicatrização

As feridas dentro da boca cicatrizam essencialmente da mesma forma que as feridas em qualquer outra parte do corpo, explica um artigo publicado na revista Frontiers in Physiology. Primeiro, forma-se um coágulo sanguíneo, que serve para selar a ferida. Os vasos sanguíneos próximos se contraem para conter o sangramento. Então, o sistema imunológico age removendo resíduos, tecidos danificados e microrganismos da ferida.

Após essas etapas iniciais, o tecido de granulação começa a se formar na ferida. Esse tecido muito frágil consiste em pequenos vasos sanguíneos, glóbulos brancos e outras células de tecido conjuntivo que contêm colágeno, uma proteína que fornece a base para o crescimento de novos tecidos.

As células das bordas da ferida se movem sobre sua superfície em um processo conhecido como epitelização. Essas células agem para, com o passar do tempo, fechar a ferida. Quando o processo de cicatrização termina, pode ficar uma cicatriz na área.

Papel na saúde bucal

O tecido de granulação desempenha um papel fundamental no processo de cicatrização e ajuda a proteger a ferida de mais danos. É especialmente importante no caso de feridas maiores, como as deixadas por extrações dentárias. Quando um dente é extraído, o tecido de granulação se forma após cerca de uma semana, de acordo com o artigo da Frontiers in Physiology. Ele protege o local da extração até que o novo osso possa se formar, o que leva cerca de oito semanas.

Durante a cirurgia de retalho periodontal, um especialista chamado periodontista separa o tecido da gengiva dos dentes e frequentemente remove o tecido de granulação no processo. Essa conduta serve para facilitar a cicatrização e reduzir as chances de infecção. No entanto, um estudo publicado na revista Swiss Dental Journal constatou que o tecido de granulação pode conter células-tronco que podem ajudar na reparação da gengiva. Removido ou não, esse tecido é um poderoso produto do organismo que contribui para a saúde e a capacidade de se recuperar de lesões.

Sinais de que uma ferida oral não está cicatrizando adequadamente

Feridas dentro da boca tendem a cicatrizar mais rapidamente do que em outras partes do corpo, informa um artigo publicado na Science Translational Medicine. Apesar disso, às vezes essas feridas podem cicatrizar de maneira inadequada. Embora o tecido de granulação promova a cicatrização, se ele se formar em excesso em uma ferida, o processo de cicatrização, na verdade, é retardado. O processo de cicatrização também pode ser interrompido se uma ferida sangrar excessivamente e o tecido não conseguir se formar adequadamente.

O desenvolvimento de pus e mau cheiro na ferida também são sinais de que ela não está cicatrizando de forma adequada. Se você estiver preocupado com uma ferida dentro da boca, converse com o dentista.

Higiene bucal quando há uma lesão na boca

Pode ser difícil manter a rotina regular de higiene bucal quando se tem uma ferida na boca. No entanto, a escovação e o uso do fio dental ainda são importantes durante esse período. O dentista pode dar orientações sobre como escovar os dentes sem causar trauma à ferida. Por exemplo, se você extraiu um dente, deve evitar limpar a área afetada até que a cicatrização comece, mas pode escovar e passar fio dental em todos os outros dentes.

Feridas dentro da boca podem ser incômodas, mas geralmente cicatrizam rapidamente. Se você tiver uma ferida na boca, siga as orientações de cuidado do seu dentista.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Quais são as diferentes partes de um dente?

Cada dente possui diversas partes distintas; a seguir, consta uma VISÃO GERAL de cada parte:

  • Esmalte – É a parte externa e mais dura do dente, que possui o tecido mais mineralizado do corpo. Pode ser danificado pela cárie se os dentes não forem cuidados adequadamente.

  • Dentina – É a camada do dente dentro do esmalte. Se a cárie conseguir passar pelo esmalte, em seguida, ataca a dentina – onde milhões de canais conduzem diretamente a polpa dental.

  • Polpa – É o tecido macio encontrado no centro de todos os dentes, onde o tecido nerval e os vasos sanguíneos estão localizados. Se a cárie dentária atingir a polpa, isso geralmente causa dor e pode necessitar de um procedimento de canal na raiz.