Homem barbado vendo seus dentes brancos no espelho

5 erros mais comuns do clareamento dental: veja como evitar

Você já deve conhecer diversas opções de clareamento dental, desde o tratamento no consultório do(a) dentista até as tiras de clareamento caseiro, passando pelas pastas de dente para branqueamento. Mas você sabia que precisa tomar cuidado com os métodos para não errar ou correr riscos desnecessários? Isso porque algumas opções de clareamento caseiro, por exemplo, podem causar danos duradouros nos dentes se você não tomar certos cuidados. Por isso, vamos destacar aqui os cinco erros mais comuns de quem faz clareamento e como você pode evitá-los.

1 - Uso excessivo de tiras de clareamento

As tiras de clareamento são uma alternativa acessível e conveniente de deixar seus dentes um pouco mais brancos em casa. Embora possam efetivamente clarear os dentes, elas também podem, no entanto, começar a danificar os dentes se você usá-las por muito tempo e com muita frequência. Isso porque esse mau hábito aumenta o risco de sensibilidade dentinária (ou sensibilidade nos dentes).

Por isso, faça o seguinte:

  • Certifique-se de seguir as instruções do fabricante,
  • E converse com o(a) dentista para entender melhor o bom uso e evite sentir desconforto ou dor por causa da sensibilidade no dente.

2 - Usar bicarbonato de sódio

Na internet, muitos sites que dizem que o bicarbonato de sódio pode limpar os dentes e remover manchas superficiais. Mas a verdade é essa: ele não é a melhor opção de clareamento, muito menos a mais eficaz. Se você usar o bicarbonato de sódio doméstico, sua abrasividade pode enfraquecer partes do esmalte do dente, aumentando a sensibilidade. O mais seguro é usar um creme dental branqueador do que escovar apenas com bicarbonato de sódio, combinado?

3 - Usar suco de limão ou vinagre de maçã

Outro mito... Infelizmente, usar suco de limão, vinagre de maçã ou outro líquido ácido para clarear os dentes pode causar erosão do esmalte, aumentando o risco de cárie.

Lembre-se:

  • Bebidas ácidas, como café e bebidas aromatizadas, e até mesmo um inofensivo copo com água e limão, podem danificar os dentes, como mostra uma reportagem da BBC.

4 - Usar moldeiras para clareamento

As moldeiras para clareamento dental de tamanho único vendidas nas lojas podem causar alguns problemas:

  • O gel clareador pode vazar se a moldeira não se encaixar na boca, o que pode irritar a gengiva, causar queimaduras e
  • Você pode não ter o resultado esperado.

Por essas razões, uma moldeira personalizada feita pelo(a) dentista é mais seguro e eficaz.

5 - Usar produtos não desenvolvidos para os dentes

Você também já pode ter ouvido falar de clarear os dentes em casa usando produtos domésticos, como peróxido de hidrogênio ou até alvejante. No entanto, esses produtos não foram criados para a higiene bucal e podem causar danos ou algo ainda pior. Por isso, não arrisque: procure por produtos de higiene bucal indicados pelo(a) dentista e de marcas reconhecidas! Além disso, redobre o cuidado usando artigos que estão em conformidade com as normas da Anvisa.

Na dúvida, marque uma consulta

Lembre-se de conversar com o(a) dentista sobre esses cinco erros. Assim, você não apenas tirará todas as suas dúvidas, mas saberá exatamente qual tipo de clareamento pode ser mais adequado para você.

E o que é mais importante: você saberá como fugir dos danos e da sensibilidade dentinária acidental.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.