A dentição dos bebês tem alguma relação com diarreia?

bebê com dois dentes sorrindo

Os pais costumam acreditar que a dentição causa diarreia. Entretanto, a opinião médica atual é a de que não há evidências de relação causal entre a dentição do bebê e qualquer problema com o trato alimentar. Mas o que pensam os pais quando a diarreia parece inevitavelmente acompanhar o nascimento dos dentes?

A relação

O mito de que a dentição causa diarreia é bastante prevalente. A crença mais comum é a de que o excesso de salivação causado pela dentição afeta de alguma forma o aparelho gastrointestinal. Porém, uma pesquisa médica não identificou tal relação causal entre a dentição e a diarreia.

Então, por que tantas pessoas acreditam que existe uma relação? Talvez, seja porque as crianças que estão na fase de dentição são propensas a pegar bactérias que podem causar diarreia. Quando os dentes de um bebê estão nascendo, ele coloca qualquer coisa na boca para tentar aliviar o desconforto, e muitas delas não são muito limpas.

Além disso, a dentição costuma acontecer nas crianças entre os 6 e os 24 meses de idade, uma fase em que uma alta porcentagem de crianças apresenta sintomas ou doenças diferentes, completamente não relacionados. Esses sintomas podem coincidir com a dentição, mas provavelmente não têm nenhuma relação com ela.

O problema

Ao acreditar que a diarreia de seus filhos é causada pela dentição, os pais podem ficar menos preocupados do que ficariam se a causa fosse desconhecida. Essa despreocupação pode resultar em um problema gastrointestinal não diagnosticado ou fazer com a desidratação que acompanha a diarreia em crianças deixe de ser percebida ou tratada.

Quando o seu filho apresenta diarreia durante a fase de dentição, você deve tomar cuidado para que ele coloque na boca apenas coisas que foram devidamente limpas, deve mantê-lo hidratado, alimentá-lo com alimentos que ajudarão a controlar, em vez de agravar a condição, e consultar o médico imediatamente se a diarreia persistir.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS 

Principais dicas de bons cuidados bucais durante a INFÂNCIA

Veja algumas formas fáceis de cuidar dos dentes e gengiva do seu bebê:

  • Antes da erupção dos dentes, limpe a gengiva de seu bebê esfregando um pano limpo e úmido sobre as gengivas superiores e inferiores do bebê.

  • Quando seu bebê tiver dentes, inicie escovando seus dentes no mínimo duas ou três vezes por dia com uma escova de cerdas macias e água.