Fungos na boca causam uma infecção oral comum | Colgate®

Mulher com halitose causada pela candida albicans

A candidíase oral, também chamada de monilíase oral ou sapinho, é uma infecção fúngica que causa lesões brancas dolorosas na boca. No entanto, em alguns casos, a boca não produzirá manchas brancas, apenas ficará vermelha e dolorida. A candidíase oral pode ser um pouco desagradável, mas você não precisa se preocupar! Essa infecção fúngica pode ser tratada e até mesmo prevenida. Veja seguir o que você precisa saber sobre o tratamento da candidíase oral.

Sintomas da candidíase oral

Não sabe ao certo se essas manchas na sua boca são candidíase oral? Conheça alguns sintomas aos quais você precisa ficar atento:

  • Manchas brancas dolorosas na língua ou no interior das bochechas
  • Às vezes, a área não produzirá manchas brancas, mas ficará vermelha e dolorida
  • Sangramento leve das lesões ao comer ou escovar os dentes
  • Acúmulo de fungos no céu da boca, gengiva, amígdalas ou no fundo da garganta
  • Sensação de estar com boca cheia de algodão
  • Perda do paladar

Causas da candidíase oral

A candidíase oral é causada por um fungo chamado Candida albicans. Como você já deve saber, o fungo deu origem ao nome oficial da infecção, “candidíase”. Este fungo dissemina-se com maior facilidade em pessoas com a imunidade baixa ou suprimida, como jovens, idosos ou pessoas com distúrbios do sistema imunológico. Pessoas que usam dentadura, que tomam determinados medicamentos e que sofrem de síndrome da boca seca ou diabetes também são mais suscetíveis à candidíase oral.

Medicamentos para a candidíase oral

A melhor opção em caso de candidíase oral é conversar com o médico sobre a prescrição de um medicamento antifúngico. Mas se você está procurando remédios caseiros, pode experimentar algumas alternativas para controlar a infecção.

  • O iogurte sem açúcar pode ajudar a regular os níveis de bactérias saudáveis na sua boca, as quais combatem a infecção.
  • Tente tomar Lactobacillus acidophilus em cápsulas ou líquido. Da mesma forma que o iogurte sem açúcar, o Lactobacillus acidophilus pode ajudar a restaurar a flora bacteriana normal da boca. Você pode encontrá-lo em lojas de produtos naturais e em drogarias.
  • Use uma escova de dentes macia para não dilacerar as lesões.
  • Evite o uso de enxaguante bucal até que a infecção tenha desaparecido. Além de causar uma dor aguda, o enxaguante bucal também pode deixar a boca seca, fazendo com que a infecção se agrave.

Prevenção da candidíase oral

E como podemos evitar um surto de candidíase oral? Veja alguns cuidados que você pode tomar para reduzir o risco de desenvolver infecções por Candida:

  • Tenha bons hábitos de higiene bucal. Escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia, use o fio dental diariamente e consulte o dentista regularmente para limpezas semestrais, especialmente se você for diabético ou usar prótese dentária.
  • Verifique a prótese dentária. Antes de mais nada, confira se a prótese está se encaixando corretamente e se não está causando irritação, e retire-a sempre à noite para dar um descanso para a gengiva. Pergunte ao dentista qual a melhor forma de limpar o tipo de prótese que você usa e lembre-se de limpá-la diariamente.
  • Diminua o consumo de alimentos que contenham leveduras e açúcar. Os alimentos que contêm leveduras e açúcares podem contribuir para o crescimento de Candida. Para manter a candidíase oral à distância, tente reduzir a ingestão de alimentos que contenham levedura e açúcar, como pão, cerveja e vinho.

Pode demorar um tempo para descobrir a causa principal da candidíase oral. Mas depois que a causa é identificada, há muitas maneiras de evitar a recorrência da infecção. Colabore com o dentista para encontrar o tratamento adequado e volte a mostrar o seu sorriso confiante.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS