Mulheres grávidas precisam ter uma gengiva saudável

Uma pesquisa indicou que mulheres com doença periodontal podem estar em risco de efeitos adversos da gestação, tais como nascimento prematuro ou bebê com baixo peso corporal no nascimento, de acordo com a Academia Americana de Periodontologia (American Academy of Periodontology) e a Federação Europeia de Periodontologia (European Federation of Periodontology).

Doença periodontal é uma infecção dos tecidos que ficam ao redor e suportam os dentes, de acordo com a Associação Dentária Americana (American Dental Association). Esta é a principal causa de perda de elementos dentais em adultos. Como a doença periodontal normalmente não apresenta dor, você pode não saber se sofre dela ou não. A doença periodontal é causada pelo biofilme dental, uma película pegajosa de bactérias que se forma constantemente em seus dentes.

Gengiva sensível, vermelha ou inchada são alguns sinais clínicos de doença periodonta, diz o Dr. Nancy L. Newhouse, presidente da AAP e periodontista. “Outros sintomas incluem sangramento durante a escovação ou durante as refeições, gengiva afastada dos dentes, mau hálito e perda de dentes. Esses sinais, especialmente durante a gravidez, não devem ser ignorados e podem necessitar de tratamento por um dentista.

De acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CPD) (Center for Disease Control and Prevention), os bebês com peso inferior a 2,49 kg no nascimento podem estar em risco de problemas de saúde em longo prazo como atraso nas habilidades motoras, crescimento social ou incapacidades de aprendizado. Complicações semelhantes são comprovadas para bebês nascidos pelo menos três semanas antes do que o previsto. Outros problemas associados com o nascimento prematuro incluem problemas respiratórios, de visão e perda de audição ou problemas de alimentação e digestivos.

As recomendações clínicas pela AAP e a EFP são que a terapia periodontal não cirúrgica é segura para mulheres grávidas e pode resultar em melhora na saúde periodontal. Publicado atualmente no Periódico de Periodontologia e no Periódico de Periodontologia Clínica, o relatório fornece diretrizes para profissionais médicos e dentistas usarem no diagnóstico e tratamento da doença periodontal em mulheres grávidas.

Além disso, a American College of Obstetricians and Gynecologists recentemente publicou uma declaração incentivando as mulheres grávidas a manterem a saúde bucal e as escovações regulares recomendadas durante a gestação.

A escovação e uso de fio dental de maneira rotineira, e visitas a um periodontista ou clínicogeral, para uma avaliação periodontal abrangente durante a gravidez pode diminuir a chance de complicações adversas durante a gestação, declara o Dr. Newhouse. “É importante para as gestantes monitorarem a saúde periodontal e conversarem com o periodontista ou dentista sobre os cuidados adequados. Mantendo sua saúde periodontal, você não apenas mantém sua saúde geral, mas também ajuda a garantir uma gestação segura e um bebê saudável.

Para mais informações sobre doenças gengivais e para dicas para gestantes, visite www.MouthHealthy.org e faça uma busca nos tópicos de A-Z.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

A gengiva inflamada está estragando seu dia?

Gengiva inflamada não é brincadeira; ainda bem que a Colgate possui respostas para você. Experimente um de nossos produtos para ter gengiva saudáveis.