Bons hábitos de saúde bucal podem reduzir o risco de desenvolvimento de demência

A prática de bons hábitos de saúde bucal talvez possa reduzir o risco de uma pessoa desenvolver demência no futuro, segundo um estudo da Universidade da Califórnia publicado no Journal of the American Geriatrics Society.

O estudo, conduzido ao longo de 18 anos, acompanhou 5.468 adultos sem diagnóstico prévio de demência e mediana de idade de 81 anos.

Os pesquisadores determinaram que os participantes que relataram escovar os dentes menos de uma vez por dia apresentaram risco até 65 por cento maior de desenvolver demência do que aqueles que escovavam três vezes ao dia.

Os resultados indicam que homens com capacidade de mastigação comprometida e que não usavam próteses tinham um risco 91 por cento maior de demência do que aqueles que possuíam certo número de dentes naturais e que conseguiam mastigar. Mulheres apresentaram um risco menos significativo.

O estudo, liderado pela pesquisadora Annlia Pagnini-Hill, concentrou-se em residentes do Leisure World, uma comunidade de aposentados em Laguna Hills, Califórnia, e mediu os hábitos de saúde bucal entre 1992 e 2010. Os participantes foram questionados sobre o número de dentes naturais, próteses, número de consultas ao dentista e hábitos de saúde bucal.

A pesquisadora avaliou o estado de demência com base no contato direto com as pessoas, registros hospitalares, questionários e atestados de óbito.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

Ajude sua boca a envelhecer com elegância

Cuidar de sua boca ainda é essencial. Experimente um de nossos produtos para ajudar a manter os sorrisos saudáveis em qualquer idade.