Higiene bucal segura e eficaz em bebês

É essencial obter as informações corretas o mais cedo possível tratando-se de higiene bucal dos bebês. Embora os dentes de leite dos bebês sejam temporários, eles ainda estão suscetíveis a apresentarem cáries e infecções, e as mães também podem transferir bactérias nocivas para suas crianças, de acordo com o site Mouth Healthy (Boca Saudável) da Associação Dentária Americana (ADA) . Conhecer a abordagem correta da higiene bucal em cada estágio de desenvolvimento de seu bebê lhe ajudará a ter certeza de estar fornecendo os melhores cuidados possíveis.

Higiene bucal dos bebês é a sua própria higiene bucal

Uma boa higiene bucal do bebê começa com a saúde dentária da própria mãe. Bactérias que provocam doenças, chamadas “streptococcus mutans” podem ser facilmente transferidas pelas mães às crianças, de acordo com a Academia Americana de Pediatria, e podem causar cáries. Hábitos alimentares ruins podem aumentar a produção de bactérias e o risco de transferência a seu bebê, portanto tenha atenção com sua dieta e certifique-se de cuidar bem de sua higiene bucal.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças indicam que cáries na infância prematura, ou cáries dentárias que resultam em formação de cavidades, é uma doença infecciosa bastante disseminada em bebês nos EUA. Esta também é uma das doenças mais fáceis de evitar, já que tomar as medidas de prevenção adequadas podem evitar sua ocorrência e melhorar a saúde bucal.

Os cuidados mais eficazes em cada estágio

Siga estas etapas para garantir uma higiene bucal adequada para suas crianças:

1. Agende sua consulta com o dentista no segundo trimestre da gravidez. Limpeza e cuidados básicos serão práticas seguras para seu bebê, e reduzem os riscos de transmissão de bactérias e infecção.

2. Agende o primeiro exame de saúde bucal do bebê até ele completar um ano de idade, ou quando o primeiro dente nascer, de acordo com as indicações da ADA e da Associação Brasileira de Odontopediatria. Os objetivos desta primeira visita são:

  • Avaliação de riscos: o pediatra irá verificar se quaisquer etapas adicionais deverão ser tomadas com base no exame inicial.
  • Educação: Os pediatras recomendam visitas de rotina a cada seis meses nos primeiros cinco anos de seu filho.
  • Referências: Isto significa escolher um odontopediatra que fornecerá cuidados completos e consistentes ao longo dos próximos anos.

3. No primeiro ano de vida, limpe as gengivas de seu bebê no mínimo duas vezes por dia, durante a manhã e à noite, e após as amamentações, para prevenir o aparecimento de bactérias e acúmulo de comida. A melhor técnica é enrolar seu dedo indicador em uma gaze limpa e úmida, e gentilmente limpar as gengivas de seu bebê.

4. Quando os dentes começarem a nascer, limpe-os com um creme dental sem flúor e uma escova de dente infantil My First Colgate Sem Flúor. Procure por escovas de cerdas macias e de fácil aderência nas mãos para bebês e crianças de até dois anos de idade.

O que evitar?

Evite uma exposição excessiva ao flúor. Você deverá consultar seu dentista ou pediatra para obter informações sobre o uso de flúor. Não deixe seu bebê cair no sono durante a amamentação ou com uma mamadeira em sua boca; isto minimizará o risco de desenvolvimento bactérias. Por fim, não compartilhe seus utensílios, como canudos ou copos. Lembre-se que as bactérias podem ser transmitidas e causar infecções.

Colocar todas estas ações em práticaspoderão garantir ao seu bebê os mais seguros e eficazes cuidados bucais. Definitivamente, isto trará mais tranquilidade para pais e crianças!

Como cuidar do primeiro dente de seu filho?

Assim que os dentes de seu bebê nascem, é importante começar a cuidar deles. Experimente cremes dentais formulados especialmente para crianças.