Pesquisadores usam técnicas para controlar a ansiedade de pacientes pediátricos

Los Angeles – Na tentativa de controlar a ansiedade de crianças durante as consultas ao dentista, um time de pesquisadores da University of Southern California estudaram as respostas das crianças a procedimentos em um consultório odontológico modificado.

A pesquisa publicada em Maio no Journal of Autism and Developmental Disorders, importante revista americana de publicações científicas, estudou crianças com algum grau de autismo e crianças com desenvolvimento normal. Os resultados demonstraram que no ambiente controlado houve uma diminuição nos níveis de ansiedade nas crianças, sendo incluive reportado por elas mesmas menor sensação de dor e desconforto.

No estudo, foram selecionados 44 pacientes do Hospital Pediátrico de Los Angeles, metade deles portadores de autismo e a outra metade com “desenvolvimento normal”.

Nos consultórios, os pesquisadores cobriram a cadeira odontológica com um desenho de borboleta, em que a as asas “abraçavam” a criança, proporcionando uma sensação de segurança e conforto. Os pesquisadores também projetaram nas paredes imagens e colocaram uma música suave no ambiente.

“Um dos objetivos do estudo a longo prazo é ajudar os dentistas a desenvolver protocolos para suas próprias clínicas para usar componentes sensoriais para controlar a ansiedade de seus jovens pacientes.”, disse Sharon Cermak, Ed.D, autor principal do estudo.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

Cuidar da higiene bucal pode ser divertido!

Confira as dicas, jogos e vídeos oferecidos por Colgate Tandy para manter a higiene bucal das crianças em dia.