Trauma cervical tipo chicote pode causar dor mandibular

Um estudo publicado no jornal da American Dental Association mostrou que uma em cada três pessoas expostas a trauma cervical tipo chicote correm o risco de desenvolver sintomas posteriores na ATM (articulação temporomandibular) que podem requerer tratamento.

Pesquisadores da universidade de Umeå, Suécia, estudaram dor e disfunção da articulação temporomandibular, em curto e médio prazo, em 59 pacientes na emergência hospitalar imediatamente após estarem envolvidos em colisões traseiras de carros. E os mesmos foram reavaliados após um ano.

De acordo com o estudo, a incidência de novos sintomas de dor ou disfunção da ATM ou ambos entre a avaliação inicial e o acompanhamento foi cinco vezes maior nos indivíduos afetados do que nos indivíduos do grupo controle.

A freqüência de dor na ATM aumentou significativamente nas mulheres. Durante a avaliação de acompanhamento, 20% de todos os pacientes relataram que os sintomas da ATM eram sua queixa principal.

De acordo com a American Dental Association, a articulação temporomandibular é uma das articulações mais complexas do corpo. Localizadas bilateralmente na cabeça, essas articulações trabalham em conjunto e podem fazer diversos movimentos diferentes, inclusive a combinação de ações de rotação e deslizamento que são utilizadas na mastigação e na fala. Qualquer problema que impeça esse sistema de músculos, ligamentos, discos e ossos de trabalhar adequadamente em conjunto pode resultar em um distúrbio doloroso da ATM.

Os autores do estudo pediram aos pacientes para avaliar a intensidade da dor e relatar o grau com o qual os sintomas interferiam no seu dia-a-dia, incluindo distúrbios do sono, uso de analgésicos e a necessidade de licença médica.

O estudo reconhece que a estimativa e intensidade de dor dos pacientes poderia ter sido ainda maior se não fosse pelo uso de analgésicos no grupo de pacientes acometidos. Por outro lado, o efeito adverso da dor no sono e atividades diárias podem aumentar a percepção e a intensidade de dor do paciente.

Os sintomas de depressão também são comuns pós-trauma cervical do tipo chicote e a intensidade da dor no pescoço diretamente após o trauma algumas vezes antecede a depressão. Os pesquisadores não avaliaram distúrbios psicológicos e psicosociais no estudo. Eles consideram que sejam necessárias pesquisas adicionais para avaliar seu impacto nos sintomas da ATM após esse tipo de trauma cervical.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.