Manifestações orais da doença celíaca: questões dentárias e outras

Header Image

A doença celíaca é uma doença autoimune, de acordo com a Celiac Disease Foundation, e afeta cerca de uma a cada 100 pessoas em todo o mundo. Pessoas que possuem a doença são incapazes de digerir o glúten, uma proteína presente em grãos como o trigo e a doença danifica seus intestinos delgados de tal forma que dificulta a absorção de nutrientes vitais pelo organismo.

Embora seus efeitos sobre o sistema digestivo sejam bastante conhecidos, você pode se surpreender ao saber que a doença celíaca possui várias manifestações orais: defeitos nos dentes, ressecamento da boca e aftas estão entre as mais comuns.

Defectos en el esmalte

A qualidade do esmalte pode se tornar um problema para quem sofre da doença celíaca, segundo a Celiac Disease Awareness Campaign, o que pode estar relacionado à descoloração ou ao desenvolvimento precário. Dentes com esmalte descolorido normalmente possuem pontos amarronzados, amarelados ou mesmo esbranquiçados. O esmalte mal formado, por sua vez, é encaroçado ou listrado, e os dentes podem ser mais translúcidos do que opacos.

Infelizmente, defeitos no esmalte causados pela doença celíaca são permanentes. Portanto, eles não desaparecerão se você iniciar uma dieta livre de glúten. Seu dentista poderá, assim, ser capaz de lidar com essa situação por meio de folheados ou adesivos dentais.

Síndrome da boca seca

A síndrome da boca seca é exatamente o que seu nome diz – a freqüente sensação de que sua boca está muito seca. Essa situação pode ser causada pela síndrome de Sjogren, uma doença autoimune que ataca suas glândulas salivares e que pode ocorrer ao mesmo tempo que a doença celíaca. De acordo com a National Foundation for Celiac Awareness, entre 4,5 e 15% das pessoas com doença celíaca também possuem a síndrome de Sjogren.

Quando seu corpo não produz saliva o suficiente, você normalmente tem dificuldades para mastigar e engolir alimentos. Também pode dificultar a dicção. A síndrome não é apenas incômoda; é uma preocupação médica. Uma vez que a saliva auxilia a manter os dentes limpos, sua insuficiência pode contribuir para o surgimento de cárie.

Aftas

As aftas, também conhecidas como estomatites aftosas, são lesões orais incômodas que se desenvolvem em tecidos moles – interior de suas bochechas ou palato, por exemplo. Assim como o ressecamento da boca, essas lesões podem dificultar a alimentação ou a fala. De acordo com os National Institutes of Health (NIH) (Instituto Nacional de Saúde) estudos ,elas afetam de 3 a 61% das pessoas com doença celíaca.

Aftas desaparecem sozinhas, mas podem retornar mais tarde. Se suas aftas estão atrapalhando sua vida, seu dentista poderá amenizar seus sintomas com a prescrição de enxaguantes bucais ou anestésicos tópicos.

Para pessoas com doença celíaca, problemas que afetam o esmalte, a saliva ou os tecidos orais são uma causa de preocupações. Se você possui uma arcada de dentes celíacos, não ignore sua situação. O desenvolvimento de qualquer um desses sintomas orais é o motivo perfeito para consultar seu dentista para o diagnóstico e o tratamento.