Saúde bucal e sintomas do lúpus

O lúpus é uma doença autoimune ou uma doença que começa por causa de um funcionamento anormal do sistema imune. O lúpus pode afetar a saúde bucal. Seu efeito na saúde bucal é o desenvolvimento de sintomas como lesões agudas (incidência súbita com curto período de duração) ou crônicas (perdura por um longo período de tempo) dos tecidos moles. A doença não é adquirida de outra pessoa e não pode ser transmitida para entre indivíduos. É o seu próprio corpo reconhecendo parte dele como corpo estranho. As defesas do seu sistema imunológico atacam várias células no seu organismo. Especificamente, são os anticorpos que protegem seu organismo de outros agentes infecciosos. Os anticorpos atacam o núcleo das células fazendo com que os sintomas apareçam. O termo médico para essa doença é lúpus eritematoso com forma sistêmica (órgãos) ou cutânea (pele). Os sintomas podem se sobrepor com os de outras doenças autoimunes, podendo incluir erupção na pele sobre o nariz e bochechas, chamado de erupção borboleta. A erupção pode aparecer em outras áreas da pele que estão constantemente expostas à luz solar. Outros sintomas incluem fadiga, inchaço das articulações, febre, perda de cabelos e inflamação dos órgãos, incluindo o coração e os rins.

Quem sofre da doença?

Normalmente, a doença afeta muito mais as mulheres do que os homens. As mulheres geralmente desenvolvem a doença durante a fase reprodutiva de 20 a 45 anos, e as mulheres de ascendência africana, hispânica e asiática correm risco maior.

O diagnóstico fornecido pelo médico


Não há um único teste para diagnosticar a doença. O diagnóstico baseia-se na exclusão de outras doenças imunes e em um grupo de sintomas associados com a doença, incluindo a erupção de lesões na face, na pele, inflamação do coração, problemas renais, artrite, problemas do sistema imunológico e úlceras bucais.

Alterações da Saúde Bucal diagnosticada pelo dentista

Essa doença não contribui para os dois principais problemas de saúde bucal de cárie dentária e doença periodontal. Úlceras bucais ou lesões bucais podem estar presentes, no entanto, em 9-45% das pessoas que sofrem com doença, de acordo com um artigo no European Journal of Dermatology (Jornal Europeu de Dermatologia). As úlceras ou lesões podem ser de natureza aguda ou crônica e podem se assemelhar a outros tipos de lesões bucais. O diagnóstico inicial pode exigir uma biópsia e um reumatologista para determinar se as lesões são provocadas pelo lúpus. Se a doença afetar a glândula salivar, o paciente poderá desenvolver boca seca podendo necessitar de tratamento com flúor. O tratamento para lesões bucais é paliativo e muitas vezes inclui esteroides tópicos.


Tratamentos disponíveis


O tratamento da doença varia com base nos órgãos afetados e na gravidade do problema. O seu médico deverá receitar os medicamentos adequados. Mudanças no estilo de vida e gerenciamento do estresse também são necessários.