Saúde gengival pode influenciar os padrões de sorriso

Você precisa de uma boa razão para dar um grande sorriso?

Ter dentes e gengivas saudáveis pode aumentar sua qualidade de vida e ajudá-lo a sorrir, sugere um estudo publicado no Journal of Periodontology.

Pesquisadores encontraram evidências de que a doença periodontal afeta a maneira como as pessoas sorriem. Concluíram que a doença periodontal pode ter uma influência negativa nos hábitos de sorrir das pessoas e mesmo desencorajá-las a expressar as emoções positivas com um sorriso.

“Como a doença periodontal é prevalente em grande número de adultos, procuramos investigar se a doença afeta o comportamento de sorriso de uma pessoa”, diz a autora do estudo, Dra. Marita R. Inglehart. “Sorrir desempenha um papel significativo e essencial no bem estar geral. Achados anteriores sugerem que sorrir pode afetar as interações sociais e a autoconfiança, e pode influenciar a maneira como as pessoas percebem umas às outras”.

Conduzido na Universidade de Michigan, o estudo avaliou padrões de sorriso de 21 pacientes periodontais enquanto eles assistiam a um segmento de um programa humorístico. Em pontos predeterminados ao longo do segmento, os pesquisadores avaliaram três dimensões do sorriso do paciente: a amplitude horizontal da boca, a amplitude de abertura da boca e o número de dentes exibidos.

Além disso, os pesquisadores anotaram o número de vezes que os pacientes cobriam a boca com as mãos enquanto assistiam ao programa. As percepções individuais dos pacientes da forma como sua qualidade de vida é afetada pela saúde bucal também foram consideradas. Os dados foram, então, avaliados juntamente com um exame clínico da saúde periodontal dos pacientes.

Quanto maior o número de sintomas de doença periodontal encontrados nas bocas dos indivíduos do estudo, como bolsas periodontais com profundidades entre quatro a seis milímetros ou dentes com mobilidade, maior a probabilidade de eles cobrirem a boca ao sorrir ou limitarem a abertura da boca durante o sorriso.

Além disso, quanto mais recessão gengival o paciente apresentava, menos dentes ele mostrava ao sorrir. A maneira com que os pacientes percebiam sua qualidade de vida como resultado de sua saúde bucal também estava significativamente correlacionada com o número de dentes afetados pela doença periodontal.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.

A forma simples de ajudar a prevenir a doença periodontal

A doença periodontal é causada quando a placa não é removida na escovação ou no uso do fio dental diariamente. Experimente uma de nossos cremes dentais feitao para reduzir novo crescimento de placa e ajudar a prevenir a ocorrência de doença periodontal.