Refluxo ácido: perigo dental em potencial

Você leva seu filho para uma consulta com um dentista esperando sorrisos e um atestado de saúde. Em vez disso você descobre que os dentes do seu filho estão com muita cárie e será preciso muito dinheiro para o tratamento dentário. Você é uma boa mãe; escova os dentes do seu filho e proporciona uma alimentação saudável. Como isto pode ter acontecido?

A resposta pode ser refluxo ácido. Muitas crianças com refluxo estão seis vezes mais propensas a sofrer danos no esmalte dos dentes do que as crianças saudáveis.

Conforme elas crescem, a medicação do refluxo podem perder o efeito. Muitas crianças param de tomar a medicação com um ano, justamente quando os dentes começam a nascer. Mas algumas crianças maiores ainda apresentam problemas de refluxo. Uma criança pode achar que isso é normal e esquecer de mencioná-lo. Felizmente, há etapas que podem ser seguidas para minimizar as consequências do refluxo ácido.

Vá ao dentista

Se o seu filho tem histórico de refluxo, assegure-se de que ele vá ao dentista assim que os dentes nasçam. Um bom odontopediatra é capaz de identificar danos provocados por refluxos no início e ajudar na elaboração do tratamento. Algumas crianças com refluxo ácido grave podem precisar ir ao dentista a cada três meses em vez de seis em seis meses. Quando você está lidando com danos ácidos, a prevenção é muito mais econômica do que esperar por uma crise.

A importância do flúor

Todas as crianças precisam de flúor, mas é particularmente importante para as crianças com refluxo ácido. Pelo fato de os dentes estarem constantemente sob ataque, é necessário fornecer uma proteção extra de flúor. Se possível, encoraje seu filho a beber água fluoretada. Dessa forma, ele obterá sua dose de flúor durante todo o dia. Se você tiver um poço ou utilizar um filtro de água que remova flúor da água, converse com seu dentista ou pediatra. Você poderá obter uma receita para fluidos fluoretados ou para pílulas de fluoreto.

Cuide da sua dieta

Para crianças com refluxo, evitar bebidas açucaradas e besteiras não é o suficiente. Se você quiser proteger os dentes do seu filho, será necessário reduzir o fluxo do ácido na boca. Evite alimentos ácidos, como tomates e outras frutas ácidas. Cuide dos horários dos lanches do seu filho; evite os lanches perto da hora de dormir. Finalmente, fale com o pediatra para ter certeza de que você está fazendo o possível para controlar o refluxo.

A dentição infantil é importante. Ela ajuda as crianças a terem uma nutrição adequada e prepara o caminho para os dentes permanentes. Se o refluxo ácido acontece com seu filho, você precisa estar atenta aos cuidados dentários do seu filho. Sua atitude hoje poderá causar impacto na saúde bucal futura do seu filho.