Novos estudos para o tratamento da xerostomia

Boca seca pode ser um efeito colateral de tratamentos contra o câncer, já que a radiação pode danificar as glândulas salivares prejudicando a produção de saliva.

Cientistas do Instituto de Pesquisas Dental e Craniofacial dos Estados Unidos acreditam que eles podem desenvolver uma forma de reparar e regenerar as glândulas salivares e resolver de vez esse problema. O Dr. Matthew Hoffman lidera o departamento de Matriz e Morfogênese do Instituto e é investigador senior desse projeto de regeneração de glândula salivar. Ele e o seu time de pesquisadores se empenham na identificação de células, sinais biológicos e outro fatores-chave para o desenvolvimento de glândulas salivares embrionárias.

O time de pesquisadores do Dr. Hoffmann descobriu que há uma conexão entre algumas células que orienta o processo de inervação no desenvolvimento de glândulas salivares. Esse tipo de célula tem o potencial de se modificar para se transformar em várias outras células. Os cientistas acreditam que essas células, conhecidas como células-tronco, apresentam potencial para regeneração e reparação das glândulas salivares.

"Para um paciente tratado após um câncer que é incapaz de produzir muita saliva, suas células-tronco poderiam ser isoladas de seu corpo e transplantadas para a glândula que apresenta a disfunção, sendo também incluídos fatores biológicos para restaurar ou melhorar a produção de saliva", disse Dr. Hoffman.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.