Como lidar com acidentes dentais

Acidentes acontecem na vida, e saber o que fazer quando um deles acontece pode significar a diferença entre salvar e perder um dente.

Uma maneira de reduzir as chances de danificar seus dentes, lábios, bochechas e língua é usar um protetor bucal ao participar de esportes ou atividades recreativas que possam representar risco. Evite mastigar gelo, milho de pipoca que não estourou e balas duras, pois todos eles podem fraturar dentes. Corte fitas adesivas com tesoura, não com os dentes.

Em caso de mordida no lábio ou língua, limpe a área delicadamente com um tecido e aplique compressas para reduzir a inflamação. Se o sangramento não parar, procure um pronto-socorro imediatamente.

Se você tiver uma dor de dente, enxágue a boca com água morna para limpá-la. Passe delicadamente o fio dental ou um limpador interdental para ter certeza de que não haja alimentos ou outros resíduos presos entre os dentes. Nunca coloque aspirina ou nenhum outro analgésico sobre a gengiva, próximo ao dente que dói, porque pode haver queimadura do tecido gengival. Se a dor persistir, entre em contato com o dentista.

Se um dente for expulso do alvéolo, segure o dente pela coroa e enxágue a raiz do dente em água, caso ela esteja suja. Não esfregue nem remova nenhum fragmento de tecido aderido. Se possível, insira e mantenha o dente delicadamente no alvéolo. Se isso não for possível, coloque o dente numa xícara de leite e vá ao dentista o mais rápido possível. E lembre-se de levar o dente com você.

A maioria dos dentistas reserva um tempo na agenda diária para emergências. Ligue para o dentista e forneça o máximo possível de detalhes sobre seu problema. A dor é um sinal de que algo está errado, um problema que pode não desaparecer mesmo que a dor ceda.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.