Estudo examina o efeito da fissura labial da criança na perspectiva familiar

Famílias que têm crianças com fissura labial e palatal relatam mais experiências positivas do que negativas, segundo um estudo no Cleft Palate-Craniofacial Journal.

A fissura labial e a palatal, comumente conhecidas como FLP, são anomalias congênitas que ocorrem quando os tecidos que formam o céu da boca e o lábio superior não se unem antes do nascimento. De acordo com a fundação March of Dimes, cerca de 6,8 mil crianças nos Estados Unidos nascem com FLP a cada ano.

A maioria das pesquisas anteriores sobre FLP concentrou-se nos indivíduos portadores de FLP – e não em suas famílias – e examinou predominantemente os aspectos negativos de possuir CLP e não nos positivos, de acordo com os autores deste estudo mais recente. Os autores aplicaram um modelo chamado de modelo de resiliência do estresse familiar, ajuste e adaptação para melhor entender o efeito da FLP nas famílias.

Membros das famílias com crianças portadoras de FLP foram questionados sobre suas opiniões sobre estratégias para lidar com a situação, apoio social, implicações psicológicas, ajuste e impacto familiar. Os autores constataram que o impacto que uma criança com FLP exercia na vida dos membros da família dependia do nível de apoio social que recebiam. Aqueles que tinham pessoas com quem conversar, que experimentavam um entrosamento dedicando-se a várias atividades e que eram capazes de receber ajuda prática e tangível saiam-se muito melhor do que  aqueles sem tal apoio.

Famílias cujas crianças eram mais jovens e tinham múltiplos problemas de saúde experimentavam maior impacto pela FLP. Entretanto, ao contrário de outros relatórios, as estratégias para lidar com a situação e os níveis de apoio não eram afetados por essas condições. O apoio social estava presente independentemente da idade da criança, segundo os autores.

Os resultados deste estudo podem ajudar pesquisadores a desenvolver estratégias para assistir as famílias com crianças portadoras de FLP e melhorar o ânimo das famílias ao lhes mostrar formas com pelas quais suas vidas podem ser positivamente afetadas ao enfrentar essa situação desafiadora, dizem os autores.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.