Efeitos do álcool e tabaco em cânceres de cabeça e pescoço

O cigarro está mais fortemente associado com o aumento do risco para câncer de cabeça e pescoço do que o consumo de álcool, de acordo com os resultados de um estudo recente publicado no Journal of the National Câncer Institute (Jornal do Instituto Nacional de Câncer).

Uma pesquisa anterior mostrou que a combinação do consumo de tabaco e álcool é responsável por pelo menos 75% de todos os casos de câncer de cabeça e pescoço. Uma equipe da Agência Internacional para Pesquisa do Câncer em Lyon, França, desenvolveu um estudo para determinar o efeito individual de cada um desses fatores de risco, examinando o risco de câncer de cabeça e pescoço entre fumantes que nunca beberam e usuários de álcool que nunca fumaram.

O câncer de cabeça e pescoço surge na região da cabeça ou pescoço em áreas como a cavidade nasal, cavidade sinusal, lábios, boca, glândulas salivares, garganta e laringe. Esses tipos de câncer são responsáveis por aproximadamente 3 a 5% de todos os cânceres nos Estados Unidos e são mais comuns em homens e pessoas acima dos 50 anos, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer.

Para o estudo feito na França, os pesquisadores analisaram dados de 15 estudos de casos-controle que incluíram 10.244 pacientes com câncer de cabeça e pescoço e 15.227 controles. Aproximadamente 16% dos pacientes de câncer e 27% dos controles nunca ingeriram álcool, comparado a 11% e 38%, respectivamente, para o uso de cigarro.

A equipe concluiu que o uso de cigarro estava associado com um aumento do risco para câncer de cabeça e pescoço entre pacientes que nunca haviam consumido álcool, representando cerca de 24% de todos os cânceres de cabeça e pescoço.

O consumo de álcool, entretanto, foi associado ao aumento do risco de câncer de cabeça e pescoço principalmente em indivíduos que consumiam três ou mais bebidas por dia. Esses indivíduos que duplicaram seu risco para câncer de cabeça e pescoço representam 7% desse tipo de câncer.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.