Máquinas de venda automática influenciam a dieta das crianças

Comer um almoço escolar retirado de uma máquina pode ser um quebra-galho, mas também tem efeitos de longo prazo na dieta das crianças.

Os alimentos vendidos nas máquinas automáticas de escolas públicas influenciam a dieta das crianças que os consomem e podem afetar a dieta total e a saúde, de acordo com um estudo recente. O estudo, que os autores dizem ser o primeiro a examinar esse tópico com uma amostra nacionalmente representativa, foi publicado na edição de janeiro do Journal of Adolescent Health.

Oitenta e três por cento das 152 escolas amostradas tinham máquinas automáticas que vendiam, principalmente, alimentos de valores nutritivos mínimos (refrigerantes, batatas fritas e doces). As crianças mais novas foram mais influenciadas pelo tipo de alimento vendido nessas máquinas. Quando havia frutas e vegetais disponíveis, as crianças os comiam. Quando havia doces disponíveis, elas optavam por estes.

Segundo o estudo, nos primeiros anos escolares, as máquinas automáticas foram positiva ou negativamente relacionadas à dieta dos estudantes, dependendo do que era vendido nelas.

As escolas, de acordo com o estudo, ocupam uma posição com forte poder de influenciar a dieta das crianças durante uma grande parte do dia. Portanto, é preciso prestar atenção aos alimentos que vendem numa tentativa de melhorar a dieta das crianças.

Muitos dentistas estão preocupados com o fato de seus pacientes estarem consumindo números recordes de refrigerantes contendo açúcar, sucos de frutas açucarados e lanches não nutritivos que afetam os dentes, de acordo com a Associação Dental Americana. Esses itens geralmente têm pouco ou nenhum valor nutritivo e, com o tempo, poderão causar prejuízos aos dentes. Segundo a ADA, os padrões de alimentação e as escolhas de alimentos entre crianças e adolescentes são fatores importantes que afetam a rapidez com que os mais jovens poderão desenvolver cárie dentária.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.