Uma nova maneira de tratar a dor de dente?

A liberação de endorfinas produz uma condição comumente conhecida como runner's high. Agora, pesquisadores da Universidade de Michigan estão questionando se o mesmo mecanismo poderia ser usado para ajudar na dor de dente.

Endorfina é uma substância liberada no cérebro quando ocorre uma lesão, anulando toda sensação de dor. Um dia seu dentista poderá aliviar sua dor de dente aplicando uma substância que desencadeie a liberação de endorfinas na sua boca.

E para a forma como a estimulação da sua liberação poderia não apenas aliviar a dor de dente mas também permitir que a polpa – tecido conectivo com vasos sangüíneos e nervos – se recupere e se repare.

"Descobrimos evidências de que dentro da polpa existe um mecanismo que desencadeia a liberação de endorfina, uma substância química que produz o que é geralmente chamado de runner's high", diz Dr. Rex Holland, professor do departamento de cariologia, ciências restauradoras e endodontia da Faculdade de Odontologia da Universidade de Michigan. "As implicações clínicas desta descoberta poderiam levar a uma nova abordagem na maneira como a odontologia é praticada".

Opiáceos, como a morfina, poderiam ser aplicados de maneira eficiente na polpa para imitar uma liberação local de endorfinas no dente do paciente, segundo o Dr. Holland. Entre os benefícios que ele cita nesta pesquisa está um melhor entendimento da dor que deriva da inflamação pulpar.

"Os dentes que agora são extraídos ou tratados endodonticamente poderiam ser tratados por meio de uma abordagem mais conservadora e muito menos invasiva", conclui.

© Associação Dental Americana. Todos os direitos reservados. Probida qualquer reprodução ou redistribuição sem permissão prévia por escrito da Associação Dental Americana.