Artigos

Menos tabus,
mais conquistas

Que a região íntima da mulher é uma área sensível e delicada, todas concordam. Mas quando o assunto envolve os cuidados e a higiene dessa região, há uma série de questões que surgem, revelando que há ainda muito tabu e desinformação por parte delas.

A higiene íntima deve estar incorporada ao dia a dia da mulher, tanto quanto o banho e a escovação dos dentes. Parece simples, mas como tudo o que envolve a sexualidade é cercado de muito mito, acabam surgindo as dúvidas e aquela ideia de que tudo pode ficar pra depois.

O cuidado íntimo é, na verdade, um aliado da mulher tanto para aspectos de saúde quanto emocionais. Isso porque a higiene íntima interfere nos cuidados emocionais. A partir do momento em que a mulher começa a cuidar mais de si mesma, ela melhora sua autoestima e se sente mais segura, para o seu bem-estar e para a vida como um todo.

Do ponto de vista de saúde, os benefícios vão desde a eliminação de odores até a prevenção de doenças e infecções. Mas é importante entender como funciona essa região. O pH age como um termômetro da saúde vaginal. Ele pode ser afetado por uma série de fatores como mudanças hormonais, stress, má alimentação, baixa resistência, umidade e a própria higiene. Se ele for desregulado, pode deixar a região suscetível à ocorrência de diversas irregularidades.

Por isso, é importante que a mulher mantenha esta região sempre equilibrada. E para isso, ela deve estar atenta a si mesma e a sua intimidade. E contar com os aliados que tem disponíveis como o banho diário e produtos específicos como os sabonetes íntimos que ajudam na manutenção do equilíbrio do pH e na proteção contra a ameaça de infecções. Cuidados com o vestuário também são importantes como evitar ficar com o biquíni molhado e roupas muito apertadas, não compartilhar roupas íntimas e toalhas e usar calcinhas e roupas arejadas.

São cuidados básicos mas que trazem benefícios valiosos para a saúde da mulher. Assim, ela pode evitar infecções genitais comuns decorrentes de falta de higiene. Mantendo os cuidados com a vagina, ela efetivamente evita a proliferação de bactérias, afasta as infecções e aumenta sua sensação de bem-estar.

Vencendo os tabus, ela só tem a ganhar. Por isso é importante conversar sobre o tema. Abrir o diálogo com outras mulheres da família, com as amigas e com médico ginecologista. Quanto mais ela estiver informada, quanto mais ela se conhecer, melhor ela cuidará de sua região genital e assim estará mais saudável. Estará mais conectada com sua região íntima, com o seu próprio corpo, e pronta para viver bem e melhor.

Laura Muller é psicóloga e educadora sexual com cinco livros publicados sobre o tema

Video TVC Protex Cuidado Íntimo
Novo Protex Cuidado Íntimo

saúde e confiança para você, todos os dias

Fanpage #SoEntreElas
#SoEntreElas

Curta a nossa fanpage e faça parte de nossa intimidade.

Saiba mais

Compartilhar: